segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Ao renovar com Caça-Rato, diretor brinca: "Se subir, a gente paga os R$ 50 mil"



Flávio Caça-Rato é muito mais do que um jogador. É um símbolo do “novo” Santa Cruz. É o retrato do time que, desacreditado, ressurgiu. Persistente, precisou tentar mais do que o normal para conseguir. No caso do atacante, precisou vencer a desconfiança antes de ser idolatrado. Ovacionado. Caça-Rato foi herói dos dois títulos tricolores em 2013: no Campeonato Pernambucano e na Série C. Fez gols nos momentos mais importantes: nas decisões. É nesse momento onde brilha a estrela do predestinado. A de Caça reluziu. A torcida não poderia ficar sem essa luz em 2014. E não ficará. O “mito” de 27 anos permanecerá no Arruda no próximo ano. De contrato renovado e salário aumentado.

Não tão aumentado assim. O pedido de R$ 50 mil que teria partido do atleta foi negado tanto pelo jogador quanto pela diretoria. “Ficou bem abaixo disso”, garantiu o diretor de futebol Constantino Júnior, após o anúncio da renovação do contrato do atleta ontem. “Um dia, quando a gente chegar à Série A, a gente dá esses R$ 50 mil para ele”, acrescentou, em tom de brincadeira.

Se não tanto pela qualidade técnica (talvez, longe disso), pela raça, pela identificação com o clube, a permanência do atacante no clube tem uma importância ímpar. “A gente analisa os dois lados: a disposição dele, sempre querendo ajudar, e o que ele representa para o grupo e para a torcida. É um atleta que tem uma identidade grande com o clube. O Santa Cruz é feito do coletivo e ele ajuda muito nisso”, pontuou o diretor Constantino.

Alegria, alegria

Em entrevista ao site oficial do Santa Cruz, Caça-Rato externou toda a sua felicidade em permanecer no Arruda para a próxima temporada. “Estou muito feliz. A conversa com a diretoria foi tranquila, pois algumas coisas que foram faladas na imprensa não eram verdadeiras. Quem me conhece sabe que eu não iria exigir, por exemplo, R$ 50 mil de salário. Só eu e a diretoria sabemos o que pedi, mas o que vale é que estou feliz demais por renovar”, disse.

Decisivo

Gols importantes de Caça-Rato


12/5 O gol do tri

Na decisão do Campeonato Pernambucano, Caça-Rato fez o primeiro gol tricolor aos 26 do primeiro tempo. O gol, em plena Ilha do Retiro, abriu caminho para tricampeonato estadual tricolor.

3/11 O gol do acesso

Era o jogo do acesso, do retorno à Série B. O Santa Cruz estava vencendo o Betim por 2 a 1, sofrendo pressão do adversário. O empate daria acesso aos mineiros. Foi quando Caça-Rato entrou em campo e fez o gol que sacramentou o acesso aos 43 minutos do segundo tempo.

1/12 O gol da estrela

O jogo era o da decisão da Série C, contra o Sampaio Corrêa, no Arruda. Caça-Rato provou ser mesmo um predestinado. Marcou o gol que deu o título da competição - o Santa venceu por 2 a 1 -, o primeiro nacional levantado pelo Santa Cruz.

Números de Caça-Rato em 2013
43 jogos
10 gols

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua Opinião é Muito Importante Para Nós!

Ads Inside Post