segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Programa Minha Casa, Minha Vida aumenta faixa de beneficiários

Do Diário de pernambuco 
A presidente Dilma Rousseff estaria com a proposta de repaginar o programa Minha Casa Minha Vida para o ano de 2014. A ideia seria ampliar o valor máximo do imóvel financiado, hoje está em R$ 190 mil, atingindo mais uma parcela da classe média. A informação foi divulgada neste domingo (29) pela Agência Estado.
Com a mudança, aumentaria a faixa de renda dos beneficiários do programa. Atualmente vai de R$ 1,6 mil a R$ 5 mil. Essa nova roupagem fortaleceria o Minha Casa, MInha Vida nos centros urbanos como São Paulo, Rio e Belo Horizonte.
O programa Minha Casa, Minha Vida deverá estar na vitrine da campanha eleitoral petista. A terceira fase do programa será lançada no próximo ano. O foco, agora, seria facilitar a compra da casa própria por jovens casais, principalmente em regiões metropolitanas e a meta dessa nova etapa será construir 3 milhões de moradias até 2017. Já foram entregues pelo programa 1,4 milhão das 3,7 milhões de unidades contratadas desde 2009.
Recentemente foram encomendados pela Presidência da República, estudos aos Ministério das Cidades e aos bancos públicos diagnosticando de que forma melhorar a imagem de Dilma Rousseff, especialmente entre a classe média. Elas teriam mostrado que a petista ainda estaria com a credibilidade afetada entre eleitores que ganham entre R$ 1.356 a R$ 3.390 por mês, público jovem, de 16 a 29 anos, e de áreas urbanas. Embora a aprovação de Dilma tenha melhorado na faixa dos menos escolarizados e mais pobres, em especial no Nordeste, a maioria dos entrevistados ainda pede "mudanças" e "coisas diferentes".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua Opinião é Muito Importante Para Nós!

Ads Inside Post