quarta-feira, 9 de julho de 2014

ROBOCUP 2014 no Brasil

Estudantes pernambucanos no Mundial de Robótica, que este ano acontece no Brasil, de 19 a 24 de julho, em João Pessoa

Pelo quarto ano consecutivo, a equipe Positronics, do Colégio Santa Emília representará o Brasil, no RoboCup Junior, disputando  em quatro categorias: Rescue A, Dance Secondary, Soccer Fundamental e Soccer Open. Equipe foi vitoriosa no Mundial da Holanda, em 2013

Além de sediar a Copa do Mundo de Futebol, o Brasil, também vai ser palco de uma outra grande competição mundial de robótica, a ROBOCUP. O evento acontece de 19 a 24 de julho, no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa. No ano passado, o mundial aconteceu na Holanda.
Pelo quarto ano consecutivo, a equipe POSITRONICS, do Colégio Santa Emília representará o Brasil, no RoboCup Junior, que ano passado consagrou-se bicampeão na principal categoria, Resgate - nível médio, durante a etapa final da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR 2013). Essa é a primeira vez que o Robocup, de que participam cerca de cinco mil pessoas de vários países, é realizado no Brasil e é grande a expectativa para as equipes brasileiras, que têm apresentado evolução e vêm se destacando nos últimos anos, continuem obtendo premiações expressivas.
Os estudantes do Colégio Santa Emília disputarão em quatro categorias: Rescue A, Dance Secondary, Soccer Fundamental e Soccer Open - nas três últimas categorias, as equipes são mistas com estudantes da Comphaus, de São Paulo.
O Rescue envolve uma tarefa complexa em que o robô deve enfrentar um ambiente hostil que simula um desastre e resgatar uma vítima de forma autônoma. Versões aprimoradas de robôs da Robocup já foram utilizadas no Japão, durante resgates de vítimas no incidente envolvendo a usina nuclear Fukushima.
O Dance trabalha a interação entre humanos e máquinas, que devem realizar movimentos sincronizados, num misto de ciência e arte.
Já no Soccer, duplas de robôs disputam partidas acirradas de futebol em uma versão robotizada da Copa do Mundo. Os robôs devem ser capazes de encontrar a bola, desviar dos adversários e chutar para o gol adversário (além de defender a própria meta). O objetivo da Robocup é que, em 2050, uma equipe de robôs possa disputar uma partida de futebol contra uma equipe de humanos.
Os estudantes estão ansiosos por uma boa atuação em casa e, pela primeira vez, terem a oportunidade de lidar com algo inédito: a torcida patriótica. A entrada do público será gratuita durante os dias de competição (21 a 24/07).

Equipe foi destaque no mundial da Holanda
A equipe Positronics tentará repetir o sucesso obtido na edição nacional do evento, ocorrida em Fortaleza, em 2013, quando foi bicampeã na categoria Resgate A, em seguida, vice-campeã na categoria Dance - nível médio e no Resgate B, fechando com chave de ouro a participação no evento, conquistaram o terceiro lugar no Soccer Fundamental. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua Opinião é Muito Importante Para Nós!

Ads Inside Post