terça-feira, 14 de outubro de 2014

Cinco softwares para fazer apresentações incríveis

Power Point

O mais conhecido se destaca pela geração de arquivos leves e pela compatibilidade na maioria dos computadores.  É bastante intuitivo e mesmo aqueles que não têm muita experiência com o programa conseguem se sair razoavelmente bem, graças aos inúmeros layouts pré-definidos disponíveis.
O ponto negativo fica por conta da adição de mídias, como vídeos e áudios. Muitas apresentações se tornam um fracasso por o palestrante não colocar o arquivo na própria pasta onde o .ppt se encontra. Além disso, os recursos de transição dos slides são ultrapassados em relação a outros softwares.

Sway

O mais novo aplicativo da Microsoft vem para tornar a criação de slides mais fácil ainda do que no Power Point. Também disponível para smartphone, é possível criar apresentações como imagens e textos com apenas poucos cliques. Na prática, é como se estivesse criando um website sem necessitar de códigos ou noções de design, já que o aplicativo faz tudo de forma automática, bastando apenas o usuário escolher as imagens e o texto.
O app ainda não foi lançado oficialmente. Para testá-lo, é preciso se cadastrar no site sway.com.

Keynote

Assim com o Power Point, o aplicativo de criação de slides exclusivo para usuários da Apple tem vários recursos de transição, layouts pré-definidos e acabamentos aprimorados. O grande atrativo do programa está na compatibilidade com outros gadgets da empresa, como iPads e iPhones. Ele permite que os dispositivos funcionem como controle para passar os slides remotamente.

Google Apresentações

Muita gente não sabe que o Google também tem um programa para o desenvolvimento de slides. O grande diferencial está na possibilidade de criação conjunta, ou seja, várias pessoas ao mesmo tempo podem mexer nos arquivos. Este recurso torna a ferramenta ideal para quem quer fazer apresentações em grupo, como trabalhos escolares.

Prezi

Prezi já é um programa para quem tem um pouco mais de experiência na construção de slides. Ele é perfeito para apresentações que precisam de conteúdos externos como vídeos ou músicas, já que permitem a adição de forma simplificada. Além disso, ele apresenta efeitos de transição incríveis, como zoom in/out e passagem de uma tela a outra, e permite criação de apresentações não lineares.
O ponto negativo fica justamente no excesso de elementos visuais. Em apresentações mais longas, quem está assistindo pode ficar incomodado com tantos efeitos.

Psafe Blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua Opinião é Muito Importante Para Nós!

Ads Inside Post