sexta-feira, 29 de maio de 2015

PODE SER QUE AGORA ELE VÁ FAZER, PORQUE ELE É IGUAL A UM JEEPP VELHO, SÓ PEGA NO EMPURRÃO

Perdeu a entrevista de Dui do Bujão a Sergio Silva da Cultural FM ? Veja Aqui....


Entrevista do Vice -Prefeito de Orobó Dui do Bujão a Sergio Silva na cultural FM


Eduardo Gabriel, (Dui do Bujão), Esteve ontem na Cultural FM - Limoeiro concedendo entrevista ao repórter Sergio Silva. Ele estava com o Vereador Manuel Mariano, mas, ele não se pronunciou devido ao curto espaço de tempo.
Perdeu a entrevista? Não tem problema. Aqui você fica sabendo de tudo!
SÉRGIO E SILVA, DUI DO BUJÃO E MANUEL MARIANO

Sergio Silva: Estamos aqui com o vice -prefeito de Orobó Dui do Bujão, para conversar conosco agora,   . Boa noite Dui, tudo bem? Como está Orobó? Está chovendo lá?

Dui- Boa noite Sérgio, é um prazer está aqui para falar da nossa  terra Orobó. Estamos esperançoso por chuvas. Estes dias deu uma chuva boa lá, mas estamos sofrendo com a seca e aguardando mais chuvas por que a população não tem reservatórios de água, não tem de onde tirar e muitas vezes tira do pouco que tem para comprar a água de carro pipa, que hoje está custando lá de 170 a 200 reais.

Sérgio- Eu agendei essa entrevista com Dui do gás, vice- prefeito de Orobó, porque em toda Região da Zona da Mata e Agreste se comenta que ele vai ser prefeito de Orobó. É verdade Dui? Você é Candidato? Pre- candidato?

Dui- riu e respondeu: Eu sou candidato se o povo quiser. Sou o atual vice prefeito, tenho exercido meu mandato da forma que eu prometi nas eleições de 2012. Estamos construindo um grupo, mas para ser candidato, precisa primeiro Deus e segundo o povo. Se o povo quiser ,nós temos essa intenção.


Sérgio- Não é uma candidatura imposta, eu quero por que quero ser prefeito!

Dui- De jeito nenhum, eu não acredito em candidatura tirada do bolso. Tem que ser pela vontade do povo.A gente não chega a lugar nenhum num pleito eleitoral, sem ser pela vontade do povo.

Sérgio- Mas Dui, o que foi  que aconteceu, para você ter rompido e saído  do grupo político do prefeito Chaparral?

Dui- Já falei várias vezes e não me nego falar sobre esse assunto. Nós criamos um projeto político em 2012, fomos para a rua, construímos um plano de governo com o povo, o grupo era pequeno, mas o povo foi esperançoso e acreditou nas nossas propostas e depois que fomos eleitos, essa proposta foi rompida. Eu não poderia de jeito nenhum ficar contra a vontade do povo.Agente pregou uma situação e na prática foi feita outra e está sendo feita outra.
Sergio-Você ficou ainda quanto tempo aliado ao prefeito?

Dui- Eu fiquei ainda uns seis meses, tentando ajudá-lo.

Sergio- Você sabe que vice não pode dá pitaco que os prefeitos ficam logo com ciúmes.

Dui- Riu . É, mas  esse não era o caso. Nós tínhamos um diálogo muito bom antes da política e a minha  intenção era uma, única, ajudar o município, pode ser,eu não sei, se houve ciumeira,mas eu só queria ajudar.

SergioFoi divergência do projeto de governo?

Dui- Foi. A gente pregou que não ia haver apadrinhamento político, parentesco ou nepotismo,salário dividido etc.

Sérgio- Tem muitos parentes no governo.? Quantos? dez?

Dui tem uns quinze de cargo elevado.

Sergio - o que você diz cargo elevado? Quanto ganham?

Dui- entre dois mil e pouco e cinco mil reais.

 SergioO senhor foi de encontro a isso?

Dui-Fui por que eu preguei que não ia acontecer e o povo acreditou.Tem uma história lá de dividir salário, que a gente passou a campanha toda, dizendo que não ia fazer isso. O ex- prefeito tinha lá uma lei, que embora eu não achasse certo, ele pagava trezentos reais. Mas, fazia de forma coerente, o dinheiro saia na conta do funcionário. Eu fui apunhalado pelas costas, porque preguei que a gente não ia fazer isso. Antes mesmo de assumir o governo, o prefeito  já quebrou nossa promessa. E fez pior! Pagava um salário a um e obrigava ele dá metade a outro. Quer dizer, a pessoa servia a prefeitura e não tinha nome em lugar nenhum. Uma forma muito brusca,coisa de ditador. mas foi feito.

Sergio- Meu Deus! uma coisa dessa acontecendo aqui pertinho da gente! O vice prefeito tem legitimidade para falar do município. Como vai a saúde de Orobó?

Dui- Sérgio a saúde deixa muito a desejar. Há uns 15 dias, os vereadores,Manuel Mariano e Lúcio Ramos, deram uma volta  nos PSFs e faltavam medicamentos e continua assim. O Posto de saúde do centro está sem médico, o de Jundiaí atende uma vez por semana no sábado, os outros postos, não sei que arrumadinho é feito. Mas, só atende duas vezes. É preconizado pelo SUS para o médico fazer atendimento quatro vezes por semana, com direito a uma folga. Em Orobó, só tem médico duas vezes duas vezes por semana nos PSFs.

Sergio- O povo lhe para na rua para lhe reclamar?

Dui- Sim muito. Nós temos feito o possível e o impossível para atender o povo. Falando com outros prefeitos, amigos de outras cidades e atendendo o povo como dá. Mas, a situação é precária. Nós prometemos no palanque especialidades. Até hoje pediatra, e outras especialidades, nada! Estamos a ver navios.

Sergio- E a infraestrutura?

Dui- Pode ser que  agora ele vá fazer, porque ele é igual igual gipp velho, só pega no empurrão. Mas nossas estradas no momento estão um desmantelo. Recebemos do governo federal, máquinas como retroescavadeira, pá enchedeira, motoniveladora, caçamba... ele desapropriou um terreno e tem um Piçarreira. Tudo  favorável. Mas ele faz aquela velha política. Só faz no tempo das eleições. Na época das eleições para deputados estava um maravilha. As máquinas não paravam, agora a gente não ver uma.O  povo esperançoso por chuva, querendo limpar seus barreiros e nada!

Sergio- E a educação?

Dui - A educação é a base de tudo. O setor mais importante. Concurso público, o TC, já recomendou , mas a prefeitura não se manifestou.

Sergio- Tem muito contrato pega voto lá?

Dui-Tem muito e eu acho que essa prática deveria acabar, porque condiciona o povo aquele voto de cabresto e eu penso que as pessoas devem ter oportunidade de ser valorizadas por méritos. Capacitar quem quer , mas o que se ver é política 24 horas dentro da educação e assim, não vamos ter uma educação de qualidade. É pressão o tempo todo. Não capacita, não paga bem, não se preocupa realmente com a Educação.
Sergio- Você fala com o prefeito ou é intrigado?

Dui - Falo. Eu sou um cristão e não posso querer o mal de ninguém . Não tenho nada de pessoal contra ele. O que eu estou criticando aqui, é a gestão. É a forma desastrosa de gerir o município.

Sergio O senhor se arrependeu de ser vice dele?

Dui- De jeito nenhum. Isso me deu oportunidade de entrar na política.Costumo dizer que eu era mais triste e hoje sou mais feliz. É extremamente gratificante fazer o bem. Meu mandato, eu uso para ajudar as pessoas e poder ajudar é maravilhoso!

Sergio- É verdade que  você vai se aliar com Manoel João, que já foi prefeito de lá por quase 20 anos?

Dui- Manoel João é nosso amigo. Sempre foi. Contribuiu muito com o município. O governou por três vezes, cometeu erros, como todo mundo pode cometer, mas teve seus acertos, suas virtudes. Mas ainda não é hora de falar sobre isso, não é mesmo? vamos deixar as coisas acontecerem de acordo com a vontade do povo. Mais para frente falamos sobre isso.
Sergio - O que está pendente lá que mais repercute na cidade.

Dui- Acho que é a forma como o Chaparral, gere a coisa pública. Agora mesmo surgiu um blog, Que eu até queria conhecer esse rapaz, que está fazendo um trabalho de conscientização muito bom e repercute nas redes sociais, porque ele está mostrando bem os fatos e a forma desastrosa desse prefeito governar. Vou lhe dá um único exemplo: O povo de Orobó está com dificuldade, o hospital precisando de ajuda. O próprio prefeito fez um bingo para ajudar o hospital que estava em grave crise, ao mesmo tempo contratou uma banda ,que nada tenho contra a ela, que tocou para o governo do estado por 16 mil e em Itaquitinga por doze, e veio duas vezes para Orobó  por 80 mil. Então eu não entendo porque se tem 80 mil para pagar uma banda e precisa fazer um bingo tirando de quem não tem para ajudar ao hospital. É uma administração desastrosa e sem rumo.

Sérgio - Realmente é muito contraste.

O repórter ainda perguntou sobre as diárias e Dui riu, dizendo que os motoristas de ambulância recebem novecentos reais e não tem diárias e o prefeito se for a Recife, tem diárias de oitocentos, mil, dois mil... Ainda fez uma continha básica: Se os motoristas forem almoçar e jantar dá no mínimo trinta reais dia e no final do mês não vai poder pagar as contas de água, luz, mercado e etc. O repórter ainda perguntou quanto ganhava o prefeito, e Dui respondeu 16 mil, fora as diárias e o Sérgio fez questão de repetir que ele ainda tem mais 15 cargos de parentes próximos, mamando nas tetinhas da "Muda"
Dui e o entrevistador despediram-se mandando um abraço para a população de Orobó, Dui, agradeceu o companheirismo do Vereador Manuel Mariano e ambos prometeram voltar em breve para mais um bate papo.

A   entrevista repercutiu rapidamente nas redes sociais, com muita gente parabenizando o caráter e a decência como Dui se apresenta ao povo . e eu só posso dizer ,Parabéns meu amigo. Esse é meu prefeito!

Por Madalena França.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua Opinião é Muito Importante Para Nós!

Ads Inside Post