sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Brasil de Fato é lançado em Pernambuco para se contrapor a mídia tradicional


Depois de ser lançado no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo, o tabloide do grupo Brasil de Fato chegou ao Estado de Pernambuco. O jornal semanal de distribuição gratuita foi lançado na noite dessa segunda-feira, em um auditório lotado do Sindicato dos Bancários de Pernambuco. “O jornal Irá se contrapor a mídia tradicional pernambucana, levando à população um conteúdo comprometido com a verdade, democracia e com o trabalhador”, comentou o diretor de Imprensa do Sindsep, Isac Santos.
A primeira edição lançada foi a de número Zero. Foram 40 mil exemplares que serão distribuídos em todo o Estado. A edição 01 está programada para ser lançada em janeiro e, a partir desse lançamento, o jornal terá uma tiragem semanal.
Em sua primeira edição, o Brasil de Fato divulga informações sobre política, economia, cultura e esporte, com enfoques que nunca foram dados pelos jornais locais. A manchete faz referência a matéria sobre Suape, que denuncia a situação pela qual passa o Complexo, com o fechamento de diversas empresas e demissão de trabalhadores depois da paralisação de obras decorrente das investigações da Lava Jato. Em entrevista com o líder do MST, Jaime Amorim, o jornal denuncia a falta de investimento na Reforma Agrária e a ausência de políticas públicas para a agricultura familiar no Estado. 
Outra matéria denuncia irregularidades na construção da Arena Pernambuco, citando os nomes do ex-governador, Eduardo Campos, do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e do atual Governador, Paulo Câmara.
Na seção cultural, uma matéria sobre a Terça Negra. Na seção Cidades, a matéria sobre o parque 13 de Maio ganha destaque. E a edição segue com artigos, colunas, notas, comentário sobre novelas, palavras cruzadas, além de diversas outras matérias.
O tabloide traz notícias também sobre os acontecimentos do Brasil, como o desastre ambiental ocorrido em Mariana, e do mundo, como as eleições da Venezuela.

O jornal pretende ser um veículo de comunicação a serviço da transformação da realidade de desigualdade e exclusão dos trabalhadores locais, contribuindo para uma maior valorização do seu trabalho. Um jornal que deverá atender aos ideais de democracia, pluralidade e diversidade na cobertura dos fatos. O grupo Brasil de Fato tem um conselho editorial formado por um conjunto de movimentos sociais, sindicatos, entidades estudantis e intelectuais, que definirá a linha das publicações.



Do portal do Sindsep.















Ads Inside Post