sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Professores e aluno de Engenharia Mecânica da UFPE publicam artigo em revista internacional


Um grupo de docentes e discente do Departamento de Engenharia Mecânica (Demec) e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica (PPGEM) da UFPE publicou o artigo “Analysis of design parameters of large-sized wind turbines by non-dimensional model” no número de dezembro da revista internacional Energy. O estudo impulsiona a pesquisa científico-tecnológica sobre o fator de capacidade das turbinas eólicas.

O trabalho conduziu ao desenvolvimento de um modelo computacional que permite avaliar o fator de capacidade (FC) em função de parâmetros adimensionais da máquina e das condições dos ventos no local. Os resultados obtidos com o processo de modelagem desenvolvido pela equipe da UFPE constam no artigo publicado na Energy, que pode ser acessado no site do Laboratório de Mecânica dos Fluidos da UFPE.

Os autores do trabalho são Armando Lúcio Ramos de Medeiros (professor/Demec), Alex Maurício Araújo (professor/Demec e PPGEM), Oyama Douglas Queiroz de Oliveira Filho (doutorando/PPGEM), Janardan Rohatgi (professor visitante por meio da Pró-Reitoria para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação – Propesq – da UFPE) e Maurílio José dos Santos (professor/Demec).

A pesquisa foi motivada pelo contexto atual do setor. Segundo fontes do Ministério de Minas e Energia, da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a fonte eólica já representa 4,8% da matriz elétrica nacional em operação. O potencial brasileiro para a produção de energia eólica tem características regionais fortes, destacando-se as regiões Nordeste e Sul. Em 25 de novembro de 2014, o subsistema Nordeste registrou recorde de geração eólica, com 2.315 MW. O fator de capacidade (FC) – que é a proporção entre a capacidade máxima e a produção efetiva - atinge picos de 83% no Nordeste brasileiro. Como parâmetro comparativo, enquanto a média de produtividade de um gerador eólico é de 30% no mundo, essa média supera os 50% no Brasil.

GRUPO – A equipe da UFPE vem trabalhando, desde 2009, nas publicações na área. Foram, em média, duas publicações anuais, até 2015, em revistas indexadas e bem estratificadas pelo Qualis Capes. Esse resultado faz parte do esforço continuado, por decisão do Colegiado, em processo de avaliação interna, em manter o PPGEM como pós-graduação reconhecida perante a Capes com Nível 4, almejando o Nível 5. O resultado tem sido o aumento expressivo nas publicações indexadas pelos seus integrantes.

REVISTA – Energy é uma conceituada revista internacional e multidisciplinar em Engenharia de Energia e pesquisa. A revista cobre a investigação em Engenharia Mecânica e Ciências Térmicas, com foco em análises de energia, modelagem e previsão de energia, sistemas integrados de energia, planejamento energético e gerenciamento de energia. Apresenta um fator de impacto de cinco anos de 5.135 e é ranqueada pela Capes como A1 na área das Engenharias III (que, no Sistema Nacional da Pós-Graduação da Capes, tem programas de mestrado acadêmico, doutorado e mestrado profissional nas áreas da Engenharia Mecânica; Produção; Aeroespacial; Aeronáutica; Gestão; Petróleo: Oceânica; Naval; Energia e Planejamento Energético; Pesquisa Operacional; Automotiva e Automobilística).

Mais informações
Professor Alex Maurício Araújo
(81) 2126.8983






Com informações da assessoria.












Ads Inside Post