sábado, 12 de dezembro de 2015

Côrte Real faz balanço de gestão à frente da FIEPE


Em uma noite de confraternização que reuniu autoridades, empresários, parceiros e colaboradores na Casa da Indústria, nesta quinta-feira (10), o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), o deputado federal Jorge Côrte Real (PTB-PE), fez um balanço dos 11 anos de sua gestão à frente da instituição. Ao analisar o período de sua administração, o dirigente afirmou que a FIEPE se modernizou para atender aos novos desafios que surgiram para o setor industrial pernambucano, advindos de investimentos estruturadores que aportaram no Estado nos últimos anos.

“A FIEPE, em todas essas etapas, tem se reciclado e acompanhado a realidade desse novo tempo. Respondemos aos desafios, procuramos criar ambientes favoráveis ao crescimento e ao desenvolvimento. Damos condições de inserção das empresas pernambucanas nesse novo modelo. Estamos adaptando as nossas indústrias a essa modernidade, aumentando a produção e melhorando os resultados e a capacidade produtiva de nossos trabalhadores”, afirmou Jorge Côrte Real.

Em seu discurso, o deputado federal informou que, nesse período, a FIEPE treinou e capacitou o quadro de colaboradores, instituiu uma matriz de cargos e salários, colocou em prática uma política de otimização de gestão. Jorge Côrte Real também enfatizou que a federação, nesses últimos anos, concluiu a etapa de interiorização da instituição, com a inauguração de três unidades (Caruaru, Petrolina e Araripina) e a ampliação das escolas técnicas do Senai e das unidades do Sesi. O petebista lembrou ainda que a meta é concluir a escola técnica de Goiana e construir um instituto de inovação, na Região Metropolitana.

“Vivenciamos nesses 11 anos várias etapas da economia pernambucana, brasileira e mundial. Presenciamos o auge de investimentos estruturadores, a maturação de alguns deles. Durante este período, cumprimos todas as nossas metas previstas. Estamos prontos para responder aos desafios, mesmo numa situação adversa como a que estamos vivenciando hoje”, concluiu Jorge Côrte Real.







Com informações da assessoria.























Ads Inside Post