sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Governo muda critério de microcefalia


O governo federal vai mudar os critérios para a definição de casos de microcefalia. A decisão, que começou a valer nessa quinta, 3, em Pernambuco e nos próximos dias deverá ser estendida para todo o território nacional, reduz de 33 para 32 centímetros o perímetro cefálico do bebê considerado portador da má-formação. Na prática, menos pacientes serão considerados como casos “suspeitos”.

“Estávamos até agora pecando pelo excesso. Adotávamos uma marca mais rígida do que a Organização Mundial da Saúde (OMS), que há anos considera microcefalia apenas bebês com perímetro cefálico igual ou inferior a 32 centímetros”, afirmou a secretária executiva de Vigilância em Saúde de Pernambuco, Luciana Albuquerque.










Saiba mais aqui.




































Ads Inside Post