sexta-feira, 29 de maio de 2015

Elba Ramalho volta ao Manhattan para apresentação acústica



A cantora paraibana, que também tem o título de cidadã recifense, Elba Ramalho volta ao Manhattan Café Theatro para uma apresentação acústica e intimista nesta sexta-feira (29). Os Garçons Cantores, conhecidos pelas performances inspiradas nos musicais da Broadway, abrem a noite a partir das 21h.

Elba estará acompanhada por três músicos para relembrar grandes sucessos comoGostoso Demais, Ai que saudade d'Ocê, Dia Branco, Chão de Giz, Canção da Despedida e Banho de Cheiro

Como o formato do Manhattan deixa o artista muito próximo dos fãs, Elba também vai atender aos pedidos da plateia. "Será um momento de comunhão, de ter mais proximidade com o público, como uma conversa entre amigos. Uma Elba para poucos", revela a cantora.

A cantora traz na bagagem de 36 anos de carreira prêmios como melhor disco na categoria Tropical Brazilian Roots com o CD Balaio de Amor, em 2009. Nos anos de 2010, 2011 e 2013, foi a Melhor Cantora Regional no Prêmio da Música Brasileira. Recentemente, a artista lançou o 32° CD de sua carreira, intitulado Do meu olhar pra fora, produzido por Yuri Queiroga e seu filho Luã.

SERVIÇO
Show de Elba Ramalho
Sexta (29), a partir das 21h, no Manhattan Café Theatro
Rua Francisco da Cunha, 881, em Boa Viagem
Telefone: (81) 3325.3372


Do NE10.


Professores retomam greve nesta sexta-feira


Após trégua de 24 dias, os professores estaduais voltam a fazer greve a partir de hoje. A categoria pede que o reajuste de 13,01% seja garantido a todos os profissionais. O governo do estado deu o aumento para docentes de nível médio (antigo magistério). Os demais receberam reajuste de 7,01%. Técnicos administrativo receberam 6,12%.


Uma assembleia acontece às 14h em frente à Assembleia Legislativa. A categoria também vai participar do ato convocado pelas centrais sindicais, com caminhada saindo da Avenida Cruz Cabugá. Durante a semana, a categoria foi mobilizada para participar da mobilização. Na quarta-feira, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) realizou ato para convocar os professores para a greve, em Nazaré da Mata. Na quinta-feira, o mesmo aconteceu em Carpina. 

Reposição das aulas
Em nota técnica enviada pelo governo às gerências regionais de ensino, o estado garante que o calendário de reposição das aulas será mantido. "Está mantido o cronograma pactuado nas escolas com os professores para reposição de aulas e as referidas reposições serão pagas na medida em que ocorrerem as aulas já a partir da folha de junho.O pagamento antecipado das reposições na folha de maio, decorrente dos dias de greve já descontados, foi cancelado, ou seja, a reposição será conforme ocorrerem as aulas. Os trabalhadores que faltarem as reposições não terão o referido pagamento, e com relação as faltas ainda não descontadas (a partir de 20/04), serão feitos os descontos na folha de pagamento", informa o documento.

Concurso
Três mil professores serão contratados pela rede estadual. O governador Paulo Câmara autorizou nessa quarta-feira (27) um concurso público, ainda sem data para acontecer, para preencher vagas ocupadas por profissionais temporários. Serão contratados docentes principalmente de química, física, matemática, biologia, educação especial e educação profissional. O concurso é uma das reivindicações dos professores, que voltam a fazer greve a partir de amanhã.

A diretora de Comunicação do Sintepe, Magna Katariny, avaliou que a quantidade de vagas é insuficiente para o déficit atual da rede. “Temos 17 mil professores com contratos temporários, mas, como alguns realmente precisam ser ligados à rede por contrato com validade, estimamos que 10 mil vagas precisavam ser preenchidas por concurso”, disse. Segundo o sindicato, a proposta de concurso para 3 mil vagas foi rejeitada em assembleia.

Sobre o reajuste salarial de 7,01% garantido à categoria, a Secretaria de Administração informou que o aumento começará a ser pago em junho. “Os outros reajustes estão previstos para outubro e dezembro, totalizando 7,01% de aumento para docentes e 6,12% para analistas e do quadro administrativo”, respondeu a secretaria. Os professores ficaram em greve por 24 dias cobrando um reajuste de 13,01%. Após uma trégua de outros 24 dias, eles voltam a cruzar os braços, pois não aceitam os 7,01% de aumento.

Rede privada
Os professores da rede privada fazem assembleia também nesta sexta para decidir se vão entrar em greve. O Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro-PE) informou que não haverá aula na rede amanhã. A categoria foi convocada a participar do ato nacional agendado pelas centrais sindicais.

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinepe), no entanto, garantiu que as aulas acontecerão. “Temos rodada negociação nesta quinta e posso afirmar que as escolas funcionarão normalmente na sexta”, informou o presidente do Sinepe, José Ricardo Diniz. 


Do Diário de Pernambuco.



Bancários fazem paralisações em diversas agências do estado nesta sexta-feira


Os bancários de Pernambuco farão paralisações em várias agências do estado nesta sexta-feira (29). A data, chamada de Dia Nacional de Paralisação contra o retrocesso nos direitos trabalhistas e humanos, está sendo marcada por protestos de diversos setores em todo o país. Cada agência irá determinar seu horário de funcionamento. A classe irá realizar um ato na Avenida Conde da Boa Vista. Durante a tarde, o movimento se juntará ao ato promovido pelas centrais sindicais e movimentos sociais, cuja concentração está prevista para 14 horas, em frente à sede da Fiepe (Federação das Indústrias de Pernambuco), em Santo Amaro, no Recife. 

Do Diário de Pernambuco.




Ônibus voltaram a circular às 11h, garante presidente do sindicato


Os ônibus voltaram a circular normalmente pelas ruas da Região Metropolitina (RMR) às 11h. Pelo menos foi o que afirmou, no final da manhã desta sexta-feira, o presidente do Sindiato dos Rodoviários, Benilson Custódio. Segundo ele, a categoria está satisfeota com a adesao de 100% dos trabalhadores à mobilização, iniciada à zero hora. No início da manhã, terminais e paradas de ônibus ficaram lotadas de passageiros, enquanto os ônibus permaneciam nas garagens das empresas.


O anúncio foi feito após o Grande Recife Consórcio de Transporte, responsável por gerir o transporte público por ônibus da Região Metropolitana do Recife (RMR) informar que acionará ainda hoje o Ministério Público do Trabalho sobre a paralisação. Segundo eles, a mobilização, promovida pelo do Sindicato dos Rodoviários, acontece sem aviso prévio, enquanto a legislação obriga, em casos de greve, que seja disponibilizada 30% da frota de ônibus para a população.A categoria comemora uma adesão de 100% dos trabalhadores ao Dia Nacional de Paralisação e Manifestações, convocada por centrais sindicais em todo o país para protestar contra as Medias Provisórias 664 e 662 (que alteram o acesso a direitos trabalhistas) e o Projeto de Lei 4330 (que regulamenta os contratos de trabalhadores terceirizados).


Anteriormente, acreditava-se que a paralisação duraria de 24 horas e os ônibus só deixariam as garagens às 23h30 para fazer as linhas do horário bacurau. À tarde, os rodoviários participam do protesto convocado pelas centrais sindicais do estado. A mobilização está marcada para às 14h, em frente à Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), na Avenida Cruz Cabugá, bairro de Santo Amaro, centro do Recife. O Dia Nacional de Paralisação e Manifestações, convocada por centrais sindicais em todo o país para protestar contra as Medias Provisórias 664 e 662 (que alteram o acesso a direitos trabalhistas) e o Projeto de Lei 4330 (que regulamenta os contratos de trabalhadores terceirizados).

Metrô - Depois de operar parcialmente no horário de pico, das 5h às 9h, o metrô do Recife parou e só deve voltar à atividade, das 16h às 20h desta sexta-feira. Os trens estão sendo operados por supervisores, uma vez que os metroviários estão em paralisação de 24 horas. A categoria aderiu ao Dia Nacional de Paralisação contra o Projeto de Lei 4.330. A proposta, em votação no Senado, prevê a ampliação da terceirização. O protesto também é relativo a medidas provisórias que alteram aposentadorias e mexem no seguro-desemprego e pensões previdenciárias. As MPs também tramitam no Congresso.

Na Estação Central do Metrô, passageiros relataram pouco número de usuários. A estudante Girlane Lima saiu de Cavaleiro, onde mora, uma hora mais cedo e sentiu a pouca movimentação. Às 13h30, os metroviários se concentram na Estação Central  para de lá seguirem em caminhada até a Avenida Cruz Cabugá, de onde partirá uma passeata de trabalhadores de diversas categorias pela Conde da Boa Vista e Rua Princesa Isabel.

Contra o quê eles protestam? Saiba o que dizem as Medidas Provisórias 664 e 662 (que alteram o acesso a direitos trabalhistas) e o Projeto de Lei 4330 (que regulamenta os contratos de trabalhadores terceirizados):

O PL-4330, que tramita no Congresso Nacional, tem provocado um amplo e polêmico debate por conta da perda de direitos trabalhistas, defendida pelas centrais sindicais. Segundo a CUT, em todo o processo de tramitação do PL-4330 a central intensificará a pressão para que o projeto seja barrado no Congresso Nacional. Carlos Veras, presidente da CUT-PE,  afirma que os trabalhadores perdem muito caso a projeto seja regulamentado, já que a proposta permite que as empresas contratem trabalhadores terceirizados para exercer qualquer função. "Na atualidade, esse tipo de contratação é permitida apenas para a atividade-meio, como setores de segurança e limpeza de empresas. Vamos parar o Brasil e intensificar nossa luta para não acabarem com os nossos direitos, como concurso público, férias, 13º salário, FGTS", afirmou Veras. De acordo com ele, o PL-4330 vai na contramão das aspirações da sociedade brasileira.

A MP 664, de autoria do Poder Executivo, estabelece novas regras para concessão do auxílio doença e pensão por morte. A medida altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 junho de 2004, nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e a Lei nº 10.666, de 8 de maio de 2003.
Já a MP 662 abre crédito extraordinário, em favor da empresa estatal Telecomunicações Brasileiras S.A. - Telebrás, no valor de R$ 404.755.786. Também é de autoria do Poder Executivo.



Do Diário de Pernambuco.






Após golpe de Cunha, Câmara aprova financiamento privado



O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deu um golpe e conseguiu aprovar a constitucionalização do financiamento privado de campanha. Foram 330 votos favoráveis, 141 contra e 1 abstenção.

Agora, com o modelo aprovado, as empresas doam exclusivamente para os partidos políticos, que farão a partilha entre os candidatos. Os políticos poderão receber doação direta somente de pessoas físicas. Os limites de contribuição será determinado por lei.

O processo

Sem qualquer pudor, logo na abertura da sessão, por volta das 16h, Cunha anunciou que colocaria o financiamento privado para ser votado. Parlamentares do PT, Psol e PCdoB protestaram contra o segundo turno proposto pelo presidente da Casa.

“Nós não entendemos que pode haver reversão sobre o que a Casa decidiu. Mudar o sistema de forma abrupta, colocando em risco o futuro do País, é um erro absurdo”, afirmou o deputado federal Sibá Machado (PT-AC), líder da bancada petista na Câmara. 

Chico Alencar (PSOL-RJ) protestou e lembrou do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), preso na manhã desta quarta-feira (27) por corrupção. “Essa votação é antirregimental. É um jogo extra, à lá José Maria Marin. Vai se constituir os partidos S.A., o partido da Friboi, da Odebrecht e dos bancos”. Ao seu lado, o também deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) gritou: “É uma marmelada.”

A doação de empresas para campanhas e a manobra de Cunha geraram criticas da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RS). “Isso não é aceitável em nenhuma democracia do mundo. Pessoa jurídica não vota e não deve participar do processo eleitoral”, afirmou a parlamentar.

O golpe

O presidente da Câmara dos Deputados driblou um acordo que fez no colégio de líderes com os partidos e colocou em votação, nesta quarta-feira (27), a constitucionalização das doações de empresas aos partidos.

Na última terça-feira (26), horas antes de sofrer uma derrota acachapante na Câmara, Cunha se reuniu com lideranças dos partidos e decidiram que seria feita uma única votação sobre financiamento privado, sem desmembrá-la, ou seja, sem analisar a doação direta para candidatos ou para partidos.

O recuo guarda uma especial ligação com o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4650, proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Superior Tribunal Federal (STF).

O julgamento foi interrompido no dia 2 de abril de 2014, quando Gilmar Mendes pediu vista do processo e a sessão foi suspensa. Nesta data, o processo já havia recebido seis votos favoráveis e um contrário, ou seja, maioria configurada.


Do portal do Sindsep.




Comissão do PAC vistoria obras da transposição do São Francisco


Os membros que integram a Comissão Especial do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) visitam, na manhã desta sexta-feira (29), as obras da transposição do Rio São Francisco. A vistoria ocorrerá nos canteiros situados nos municípios de Floresta, Petrolândia e Ibimirim. A inspeção contará com a presença de representantes do Ministério da Integração Nacional para explicar o andamento dos serviços que já estão com calendário atrasado há pelo menos quatro anos.

Segundo o presidente da Comissão do PAC, o deputado estadual Miguel Coelho (PSB), a preocupação com as obras foi redobrada após o anúncio dos cortes do orçamento do Governo Federal. “Foram cortados mais de R$ 25 bilhões só das obras do PAC, isso representa quase 40% do que seria gasto no programa este ano. Se já havia um contingenciamento preocupante, com esse anúncio estamos receosos de que as obras paralisem de vez e cause um prejuízo ainda maior para a população”, explica Miguel.

Prevista inicialmente para ser entregue em 2010, a transposição do Rio São Francisco deve levar água para 390 municípios de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. A obra tinha orçamento inicial de R$ 4,8 bilhões, mas por conta dos atrasos e revisões contratuais deve superar R$ 8,2 bilhões ao fim da intervenção. 

A vistoria na transposição é a primeira de uma agenda de inspeções do colegiado. Os deputados também devem visitar o Complexo Portuário de Suape, a Refinaria Abreu e Lima, a Transnordestina, a Adutora do Agreste entre outras intervenções de grande porte do Programa de Aceleração do Crescimento.


Com informações da assessoria.




PODE SER QUE AGORA ELE VÁ FAZER, PORQUE ELE É IGUAL A UM JEEPP VELHO, SÓ PEGA NO EMPURRÃO

Perdeu a entrevista de Dui do Bujão a Sergio Silva da Cultural FM ? Veja Aqui....


Entrevista do Vice -Prefeito de Orobó Dui do Bujão a Sergio Silva na cultural FM


Eduardo Gabriel, (Dui do Bujão), Esteve ontem na Cultural FM - Limoeiro concedendo entrevista ao repórter Sergio Silva. Ele estava com o Vereador Manuel Mariano, mas, ele não se pronunciou devido ao curto espaço de tempo.
Perdeu a entrevista? Não tem problema. Aqui você fica sabendo de tudo!
SÉRGIO E SILVA, DUI DO BUJÃO E MANUEL MARIANO

Sergio Silva: Estamos aqui com o vice -prefeito de Orobó Dui do Bujão, para conversar conosco agora,   . Boa noite Dui, tudo bem? Como está Orobó? Está chovendo lá?

Dui- Boa noite Sérgio, é um prazer está aqui para falar da nossa  terra Orobó. Estamos esperançoso por chuvas. Estes dias deu uma chuva boa lá, mas estamos sofrendo com a seca e aguardando mais chuvas por que a população não tem reservatórios de água, não tem de onde tirar e muitas vezes tira do pouco que tem para comprar a água de carro pipa, que hoje está custando lá de 170 a 200 reais.

Sérgio- Eu agendei essa entrevista com Dui do gás, vice- prefeito de Orobó, porque em toda Região da Zona da Mata e Agreste se comenta que ele vai ser prefeito de Orobó. É verdade Dui? Você é Candidato? Pre- candidato?

Dui- riu e respondeu: Eu sou candidato se o povo quiser. Sou o atual vice prefeito, tenho exercido meu mandato da forma que eu prometi nas eleições de 2012. Estamos construindo um grupo, mas para ser candidato, precisa primeiro Deus e segundo o povo. Se o povo quiser ,nós temos essa intenção.


Sérgio- Não é uma candidatura imposta, eu quero por que quero ser prefeito!

Dui- De jeito nenhum, eu não acredito em candidatura tirada do bolso. Tem que ser pela vontade do povo.A gente não chega a lugar nenhum num pleito eleitoral, sem ser pela vontade do povo.

Sérgio- Mas Dui, o que foi  que aconteceu, para você ter rompido e saído  do grupo político do prefeito Chaparral?

Dui- Já falei várias vezes e não me nego falar sobre esse assunto. Nós criamos um projeto político em 2012, fomos para a rua, construímos um plano de governo com o povo, o grupo era pequeno, mas o povo foi esperançoso e acreditou nas nossas propostas e depois que fomos eleitos, essa proposta foi rompida. Eu não poderia de jeito nenhum ficar contra a vontade do povo.Agente pregou uma situação e na prática foi feita outra e está sendo feita outra.
Sergio-Você ficou ainda quanto tempo aliado ao prefeito?

Dui- Eu fiquei ainda uns seis meses, tentando ajudá-lo.

Sergio- Você sabe que vice não pode dá pitaco que os prefeitos ficam logo com ciúmes.

Dui- Riu . É, mas  esse não era o caso. Nós tínhamos um diálogo muito bom antes da política e a minha  intenção era uma, única, ajudar o município, pode ser,eu não sei, se houve ciumeira,mas eu só queria ajudar.

SergioFoi divergência do projeto de governo?

Dui- Foi. A gente pregou que não ia haver apadrinhamento político, parentesco ou nepotismo,salário dividido etc.

Sérgio- Tem muitos parentes no governo.? Quantos? dez?

Dui tem uns quinze de cargo elevado.

Sergio - o que você diz cargo elevado? Quanto ganham?

Dui- entre dois mil e pouco e cinco mil reais.

 SergioO senhor foi de encontro a isso?

Dui-Fui por que eu preguei que não ia acontecer e o povo acreditou.Tem uma história lá de dividir salário, que a gente passou a campanha toda, dizendo que não ia fazer isso. O ex- prefeito tinha lá uma lei, que embora eu não achasse certo, ele pagava trezentos reais. Mas, fazia de forma coerente, o dinheiro saia na conta do funcionário. Eu fui apunhalado pelas costas, porque preguei que a gente não ia fazer isso. Antes mesmo de assumir o governo, o prefeito  já quebrou nossa promessa. E fez pior! Pagava um salário a um e obrigava ele dá metade a outro. Quer dizer, a pessoa servia a prefeitura e não tinha nome em lugar nenhum. Uma forma muito brusca,coisa de ditador. mas foi feito.

Sergio- Meu Deus! uma coisa dessa acontecendo aqui pertinho da gente! O vice prefeito tem legitimidade para falar do município. Como vai a saúde de Orobó?

Dui- Sérgio a saúde deixa muito a desejar. Há uns 15 dias, os vereadores,Manuel Mariano e Lúcio Ramos, deram uma volta  nos PSFs e faltavam medicamentos e continua assim. O Posto de saúde do centro está sem médico, o de Jundiaí atende uma vez por semana no sábado, os outros postos, não sei que arrumadinho é feito. Mas, só atende duas vezes. É preconizado pelo SUS para o médico fazer atendimento quatro vezes por semana, com direito a uma folga. Em Orobó, só tem médico duas vezes duas vezes por semana nos PSFs.

Sergio- O povo lhe para na rua para lhe reclamar?

Dui- Sim muito. Nós temos feito o possível e o impossível para atender o povo. Falando com outros prefeitos, amigos de outras cidades e atendendo o povo como dá. Mas, a situação é precária. Nós prometemos no palanque especialidades. Até hoje pediatra, e outras especialidades, nada! Estamos a ver navios.

Sergio- E a infraestrutura?

Dui- Pode ser que  agora ele vá fazer, porque ele é igual igual gipp velho, só pega no empurrão. Mas nossas estradas no momento estão um desmantelo. Recebemos do governo federal, máquinas como retroescavadeira, pá enchedeira, motoniveladora, caçamba... ele desapropriou um terreno e tem um Piçarreira. Tudo  favorável. Mas ele faz aquela velha política. Só faz no tempo das eleições. Na época das eleições para deputados estava um maravilha. As máquinas não paravam, agora a gente não ver uma.O  povo esperançoso por chuva, querendo limpar seus barreiros e nada!

Sergio- E a educação?

Dui - A educação é a base de tudo. O setor mais importante. Concurso público, o TC, já recomendou , mas a prefeitura não se manifestou.

Sergio- Tem muito contrato pega voto lá?

Dui-Tem muito e eu acho que essa prática deveria acabar, porque condiciona o povo aquele voto de cabresto e eu penso que as pessoas devem ter oportunidade de ser valorizadas por méritos. Capacitar quem quer , mas o que se ver é política 24 horas dentro da educação e assim, não vamos ter uma educação de qualidade. É pressão o tempo todo. Não capacita, não paga bem, não se preocupa realmente com a Educação.
Sergio- Você fala com o prefeito ou é intrigado?

Dui - Falo. Eu sou um cristão e não posso querer o mal de ninguém . Não tenho nada de pessoal contra ele. O que eu estou criticando aqui, é a gestão. É a forma desastrosa de gerir o município.

Sergio O senhor se arrependeu de ser vice dele?

Dui- De jeito nenhum. Isso me deu oportunidade de entrar na política.Costumo dizer que eu era mais triste e hoje sou mais feliz. É extremamente gratificante fazer o bem. Meu mandato, eu uso para ajudar as pessoas e poder ajudar é maravilhoso!

Sergio- É verdade que  você vai se aliar com Manoel João, que já foi prefeito de lá por quase 20 anos?

Dui- Manoel João é nosso amigo. Sempre foi. Contribuiu muito com o município. O governou por três vezes, cometeu erros, como todo mundo pode cometer, mas teve seus acertos, suas virtudes. Mas ainda não é hora de falar sobre isso, não é mesmo? vamos deixar as coisas acontecerem de acordo com a vontade do povo. Mais para frente falamos sobre isso.
Sergio - O que está pendente lá que mais repercute na cidade.

Dui- Acho que é a forma como o Chaparral, gere a coisa pública. Agora mesmo surgiu um blog, Que eu até queria conhecer esse rapaz, que está fazendo um trabalho de conscientização muito bom e repercute nas redes sociais, porque ele está mostrando bem os fatos e a forma desastrosa desse prefeito governar. Vou lhe dá um único exemplo: O povo de Orobó está com dificuldade, o hospital precisando de ajuda. O próprio prefeito fez um bingo para ajudar o hospital que estava em grave crise, ao mesmo tempo contratou uma banda ,que nada tenho contra a ela, que tocou para o governo do estado por 16 mil e em Itaquitinga por doze, e veio duas vezes para Orobó  por 80 mil. Então eu não entendo porque se tem 80 mil para pagar uma banda e precisa fazer um bingo tirando de quem não tem para ajudar ao hospital. É uma administração desastrosa e sem rumo.

Sérgio - Realmente é muito contraste.

O repórter ainda perguntou sobre as diárias e Dui riu, dizendo que os motoristas de ambulância recebem novecentos reais e não tem diárias e o prefeito se for a Recife, tem diárias de oitocentos, mil, dois mil... Ainda fez uma continha básica: Se os motoristas forem almoçar e jantar dá no mínimo trinta reais dia e no final do mês não vai poder pagar as contas de água, luz, mercado e etc. O repórter ainda perguntou quanto ganhava o prefeito, e Dui respondeu 16 mil, fora as diárias e o Sérgio fez questão de repetir que ele ainda tem mais 15 cargos de parentes próximos, mamando nas tetinhas da "Muda"
Dui e o entrevistador despediram-se mandando um abraço para a população de Orobó, Dui, agradeceu o companheirismo do Vereador Manuel Mariano e ambos prometeram voltar em breve para mais um bate papo.

A   entrevista repercutiu rapidamente nas redes sociais, com muita gente parabenizando o caráter e a decência como Dui se apresenta ao povo . e eu só posso dizer ,Parabéns meu amigo. Esse é meu prefeito!

Por Madalena França.

Convocatória municipal para o FIG 2015 segue aberta

Serão aceitas propostas na área de formação cultural e em diversos segmentos artístico-culturais
Seguem abertas as inscrições da convocatória municipal do 25º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O Governo Municipal, por meio das Secretarias de Turismo e Cultura, abriu o edital para a seleção de propostas de artistas, grupos culturais e de formação para compor a programação do FIG 2015, que será realizado no período de 16 a 25 de julho. O edital convocatório saiu na edição da última segunda-feira (25), do Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco (Amupe) e pode ser acessado através do endereço: http://www.diariomunicipal.com.br/amupe ou pelo site do Governo Municipal, por meio do link: http://www.garanhuns.pe.gov.br/convocatoria-fig-2015/.
Serão aceitas inscrições na área de formação cultural e nos segmentos artístico-culturais de artes visuais, audiovisual, cultura popular, dança, design e moda, fotografia, literatura, música, patrimônio cultural, teatro e gospel. Os interessados têm até a próxima quarta-feira (03), das 8h às 14h, para realizarem as inscrições na Secretaria de Cultura de Garanhuns - localizada na rua 13 de Maio, S/N, Sala 5, São José, CEP: 55.295-410 - ou via Correios -. A inscrição também pode ser realizada neste sábado (30), no mesmo horário. O resultado final da seleção será divulgado no site do Governo Municipal.


Com informações da assessoria.





Ads Inside Post