quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Movimento Sindical Rural de Pernambuco define representante para eleições 2018


Os/as mais de 600 delegados/as sindicais presentes na Plenária de Avaliação da Gestão 2014-2016 da Fetape, no Centro Social Euclides Nascimento, em Carpina, aprovaram, por unanimidade, na manhã de ontem (29/11), o nome do presidente da Federação, Doriel Barros, como candidato do Movimento Sindical dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (MSTTR) a deputado estadual, em 2018. Com essa decisão, o MSTTR visa retomar o assento na Assembleia Legislativa, que foi ocupado pelo agricultor familiar Manoel Santos, falecido em 2015. 

O nome do presidente da Fetape foi apresentado à Plenária pela Diretoria da Federação, que analisou ser de fundamental importância que o Movimento pudesse tomar essa decisão ainda este ano, para que os Sindicatos possam fortalecer esse projeto de afirmação política junto às suas bases, a começar de agora. Contag e CUT também ratificaram a indicação e se comprometeram a contribuir para a ampliação da base eleitoral do futuro candidato. Ainda antes da deliberação, lideranças de todas as regiões do estado defenderam a proposição, especialmente por se tratar de uma estratégia de fortalecimento do Projeto Alternativo de Sociedade.

Em agradecimento, Doriel Barros lembrou da importância do deputado Manoel Santos na trajetória do Movimento Sindical. “Manoel morreu deputado estadual. Deus quis que fosse assim, mas sua memória continuará presente na mente de todos nós, principalmente, nessa caminhada em busca de recuperar a cadeira na Assembleia Legislativa, que foi ocupada por ele, com muita sabedoria”, falou. Ele também se comprometeu em conversar com os/as dirigentes dos 179 Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais filiados à Fetape. “Precisamos fortalecer a união do Movimento Sindical Rural em torno desse projeto". 
Também foi discutido pelos participantes, o prejuízo de a classe trabalhadora de Pernambuco não ter representação dos trabalhadores na Câmara Federal.  Na ocasião,  o presidente da Central Única dos Trabalhadores/PE, Carlos Veras, informou que a CUT e outros segmentos do Movimento Sindical estão trabalhando em torno da unidade de uma candidatura a deputado federal no Estado. A plenária encaminhou que o MSTTR deve acompanhar a discussão desse tema, e amadurecer essa ideia, para, nessa mesma instancia, deliberar sobre o tema em momento futuro.
Conjuntura


A deliberação sobre o nome de Doriel ocorreu após análise de conjuntura feita pelo secretário de Finanças e Administração da Contag Aristides Santos, que focou, dentre outras questões, na crise motivada pelo momento político e econômico do País. Ele lembrou que o atual presidente da República não tem compromisso com os trabalhadores, mas com a elite brasileira. “Michel Temer não tem base política, mas o capital não precisa de base, precisa do Congresso Federal, precisa do Judiciário. Diante desse quadro, estamos sendo convocados a voltar para as bases. Vamos conversar com cada trabalhador para retomarmos as nossas lutas, pois os nossos direitos estão gravemente ameaçados”, alerta.

O dirigente ainda lembrou que o Movimento Sindical Rural é feito por lideranças, com credibilidade; e defende que é preciso agir, com inovação e criatividade.
Eleições 2016
Ainda na manhã desta terça-feira, foi apresentado o balanço das eleições 2016 em relação os/as candidatos/as em sintonia com o Movimento Sindical Rural. Foram eleitos quatro prefeitos, quatro vice-prefeitos/as e 33 vereadores/as.
Na tarde, os/as delegados/as se dividiram em grupos para realizar a avaliação das ações gerais e específicas feitas pelo conjunto da Direção da Fetape e pelas Diretorias dos Grupos de Trabalho, com base nos Anais do 9º Congresso da Fetape e o Plano de Gestão.




Com informações da assessoria.























Senar PE é referência na educação rural a distância


Com o objetivo de consolidar e expandir a educação formal no campo, o Senar Pernambuco recebeu visita técnica da coordenadora de Educação Formal do Departamento de Inovação e Conhecimento (DIC) do Senar Brasil, Maria Cristina. O encontro, que tem como intuito avaliar o desempenho do primeiro Curso Técnico em Agronegócio a distância, implantado no estado, apontou que Pernambuco é destaque na promoção de ações voltadas a profissionalização técnica rural.

A visita técnica foi realizada em dois momentos. O primeiro aconteceu na sede do Senar-PE, no Recife, na sexta-feira (19). Durante a reunião, foram discutidas estratégias de ensino para atendimento aos alunos matriculados no Polo de Bezerros. Entre elas está o fluxo de atividades executadas em sala de aula e no campo. Também em pauta, o fortalecimento da integração entre o Senar-PE e produtor, através das capacitações e, como se dá o processo de acompanhamento da desenvoltura dos alunos do curso técnico, que dispõe de 80% das aulas a distância. Além disso, foi apresentado o balanço dos cases de sucesso.

Na ocasião, o superintendente do Senar-PE, Adriano Moraes, ressaltou que é grande a procura pela nova modalidade de formação no estado. Segundo Moraes, atualmente, o curso Técnico em Agronegócio contempla alunos de todas as regiões pernambucanas. “O bom desempenho da primeira turma, nos impulsiona a aprimorar cada vez mais o sistema educativo, com foco na regionalização dos conteúdos. Um belo exemplo está no Polo de Bezerros, onde temos estudantes de 15 municípios diferentes, contemplando as regiões Zona da Mata, Agreste e Sertão pernambucanos, tem até aluno do estado de Alagoas”, comemora o superintedente.

Responsáveis pela Rede e-Tec Brasil no Senar-PE, a coordenadora de Treinamentos, Mônica Pimentel, o coordenador Regional, Adriano Pontes e o coordenador Pedagógico, Nivaldo Damasceno, explicaram que a iniciativa possibilita o domínio na aplicação de técnicas inovadoras e sustentáveis, com foco na produtividade e empreendedorismo. “É dessa forma que o Senar Pernambuco atua na habilitação de 38 gestores rurais da primeira turma do Curso Técnico em Agronegócio”, exemplificou Nivaldo. De acordo com o supervisor, a ação visa tornar o setor agropecuário pernambucano mais eficiente e competitivo, devido ao leque de oportunidades que o agronegócio dispõe em setores produtivos como a cana-de-açúcar, avicultura e fruticultura. 

A segunda parte da visita técnica foi no polo de ensino implantado no município de Bezerros. No local, a representante da Administração Central do Senar verificou que, além de atender os pré-requisitos necessários para realização do curso, a integração da turma tem sido fundamental para lançar no mercado profissionais ávidos pelo ofício de empreender no agro. 

Do ponto de vista administrativo, a coordenadora de Educação Formal do Senar Brasil destacou um dos relatórios elaborados pela Administração Regional de PE, como referência que deve ser reaplicada nos demais estados. Isso porque o documento trás um panorama completo da metodologia utilizada no curso e da situação de cada aluno, o que permite identificar entraves e apontar soluções.  “Esse já é o segundo documento de gestão educativa sugerido pelo Senar Brasil para todo o País, a partir de Pernambuco”, lembra o supervisor.

Em sua primeira vinda ao estado, Maria Cristina disse estar gratificada, por conhecer de perto o trabalho que o Senar Pernambuco realiza junto a população rural, orientado os produtores nas ações de Formação Profissional Rural, Promoção Social e agora, na nova modalidade de ensino técnico a distância. Na avaliação da coordenadora, “Os casos de sucesso demonstram uma atuação que vai além da difusão de conhecimento técnico, mas sobre tudo, demonstra uma gestão atenta e comprometida com o processo educacional dos produtores, de acordo com as suas especificidades regionais”, considerou Cristina.

Vale ressaltar que, o agronegócio exerce um papel determinante na economia brasileira. Dados do Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC) apontam que as exportações do agro responderam por 33,1% do total embarcado pelo Brasil no primeiro trimestre de 2016.






Com informações da assessoria.























Marcílio Cavalcanti é confirmado como novo prefeito de Cabrobó

O Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco aprovou a eleição de Marcílio Cavalcanti (PMDB), para novo prefeito de Cabrobó, no Sertão do estado. Ex-presidente do Sindicato Rural do município e atual primeiro-secretário da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), Marcílio venceu as eleições no último dia 2 de outubro, com a expressiva votação de 10.564 votos. Sua chapa, que havia sido questionada na Justiça Eleitoral, recebeu a decisão final favorável do TRE, por cinco votos a um, o credenciando a ser diplomado, como todos os prefeitos eleitos no último pleito eleitoral. A diplomação de Marcílio será no próximo dia 12 de dezembro, na Escola de Referência José Caldas Cavalcanti, juntamente com a dos vereadores da cidade.







Com informações da assessoria.































UPE convoca nova seleção docente para o PROLINFO em oito cidades de Pernambuco.

Vagas são para os polos da capital e do interior de Pernambuco.

O único requisito é ter vínculo com alguma instituição de ensino.

A Universidade de Pernambuco (UPE) informa que está aberto o Processo de Seleção 2017 para docentes-estagiários interessados em trabalhar no seu Programa de Línguas e Informática (PROLINFO).

Aqueles que forem aprovados terão a oportunidade de ganhar experiência na atuação dos cursos de inglês, espanhol e português, na cidade de Caruaru, Garanhuns, Recife, Camaragibe, Nazaré da Mata, Arcoverde, Petrolina e Palmares. Ao total, o programa contabiliza mais de 300 turmas simultâneas. Toda a  equipe docente é acompanhada de perto por uma equipe de coordenadores pedagógicos, que orientam no cotidiano do programa. O corpo docente é ampliado semestralmente, através de seleções públicas. Enquanto programa de extensão universitária, o principal objetivo do PROLINFO é aliar na formação docente-discente com a oferta de cursos com valor de investimento acessível e de altíssima qualidade. Todos esses cursos são abertos à população geral. No PROLINFO não existe a cobrança de mensalidades aos estudantes, apenas uma taxa de matrícula, cobrada apenas uma vez por semestre. O PROLINFO existe desde 2002, sob tutela da UPE e do IAUPE.

De acordo com o Professor Vinícius Pascoal, responsável pela seleção no interior do estado, o processo é dinâmico e bastante simples. Dentre todas as etapas da seleção, a entrevista e a aplicação de prova teórica e prática são as mais importantes. Ao final do processo, os candidatos passarão por um treinamento sobre a metodologia do programa. “Considero muito importante cadastrar seu currículo digital em nossa plataforma online, pois o processo seletivo é realizado todos os meses de janeiro e julho. Há sempre novas oportunidades surgindo pelo PROLINFO, às vezes o contato telefônico demora, mas estando cadastrado em nosso banco de dados ajuda a efetivar o contato com algum integrante de nossa equipe”, relata o Coordenador de Interiorização.

O link de acesso às inscrições está disponível em: 






Com informações da assessoria.


























Sesc abre inscrições para a Mostra Nacional de Cinema

Interessados poderão cadastrar suas produções a partir de hoje (21) a 15 de janeiro de 2017

Estão abertas as inscrições para a Mostra Sesc de Cinema 2016/2017. De 21 de novembro de 2016 a 15 de janeiro de 2017, cineastas independentes podem inscrever seus trabalhos no site oficial da Mostra. O objetivo é promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, contribuindo, assim, para a promoção e o lançamento de artistas de todo o país. A mostra avaliará obras já prontas, curtas e longas metragens de produtores nacionais, permitindo a divulgação dos trabalhos em todo o Brasil e incentivando a propagação de iniciativas culturais.

A seleção dos trabalhos é dividida em duas fases: a primeira vai exibir os filmes selecionados de cada estado e definir os filmes que irão concorrer na segunda fase de seleção, para participar da Mostra Nacional, que será composta por 30 filmes, sendo dois longa metragens e quatro curta metragens de cada região do país.

Como prêmio, os filmes indicados para a segunda fase de seleção assinam um contrato de licenciamento para exibição pública nos projetos do Sesc, em âmbito estadual e os escolhidos para a Mostra Nacional assinam um contrato de licenciamento para exibição pública em todo o Brasil, ampliando sua visibilidade nacionalmente. 

A avaliação será feita por uma comissão formada por profissionais e especialistas das áreas de cultura e de cinema. Além de escolher os melhores trabalhos, a Mostra Sesc de Cinema vai eleger os destaques por categoria: melhor roteiro, filme, direção de fotografia, desenho de som, direção de arte, direção de elenco, montagem, atriz e ator. 
  
INSCRIÇÕES

Para participar da Mostra Sesc de Cinema - edição 2016/2017 é necessário fazer a inscrição via formulário on-line, no período de 21 de novembro de 2016 a 15 de janeiro de 2017, por meio do site www.sesc.com.br/mostradecinema





Com informações da assessoria.
























Educa Mais Brasil: abertas as inscrições para bolsas de estudo em Pernambuco

Programa contempla estudantes de Chã Grande e cidades vizinhas

Quem procura por cursos com preços mais acessíveis em faculdades particulares vai encontrar para esse semestre de 2017.1 muitas oportunidades. Isso porque o Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, está selecionando estudantes que não podem pagar 100% da mensalidade nestas instituições de ensino, para beneficiá-los com bolsas de estudo de até 70% de desconto.

O programa conta com a adesão de mais de 15 mil instituições parceiras e inscreve estudantes de todas as regiões do país. Ao todo no estado, são mais de 39.084 mil bolsas de estudo para 2017.1. Em Chã Grande, as oportunidades são para Graduação, Pós-Graduação, Educação Básica, Idiomas, Preparatório para Concursos, Cursos Profissionalizantes e Pré-Vestibular/Enem. Mas o programa também atende a população das cidades vizinhas, sendo possível verificá-las no site.

Sobre as oportunidades disponíveis, a Diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil, Andréia Torres, salienta: "no cenário atual do país, com desemprego em alta e instabilidade econômica, é desafiador fazer investimentos, mas é preciso ser otimista e não deixar se intimidar por isso. Busquem a educação, ela é um meio de favorecer o acesso ao emprego”. 

Para ser contemplado, o candidato precisa atender a alguns critérios estabelecidos no regulamento do Programa, entre eles o de não poder pagar a mensalidade integral, identificado por meio da análise socioeconômica. Além de ser levada em consideração a impossibilidade de pagar o valor total, também é avaliada a condição de pagar uma parte da mensalidade.   

Para se candidatar é preciso realizar a inscrição, por meio do site:www.educamaisbrasil.com.br. Mais informações podem ser obtidas na central de atendimento pelos telefones 4007-2020 para Capitais e Regiões Metropolitanas ou 0800 724 7202 para demais localidades.





Com informações da assessoria.

























quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Simpósio Internacional de Dislexia vai acontecer no Recife


Centro Especializado em Apoio Multidisciplinar (CEAM-PE) promoverá debates acerca da Dislexia 


O Centro Especializado em Apoio Multidisciplinar vai realizar o primeiro Simpósio Internacional sobre Dislexia, que acontecerá entre os dias 03 e 04 de fevereiro de 2017, no Centro de Convenções de Pernambuco. Durante os dois dias de evento serão debatidos diversas questões que envolvem o distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área de leitura, escrita e soletração da criança, com maior incidência nas salas de aula.

“Esse será um importante evento nunca visto em todo Norte e Nordeste a tratar desta problemática, contando com cinco renomados especialistas que estarão conosco trazendo discussões que sempre rendem esclarecimentos e novas diretrizes”, afirma o Neuropsicólogo Ítalo Bruno Gomes, um dos organizadores do Simpósio. Ele explica que quem tem dislexia já nasce com ela, e as vezes, demora anos para descobrir que tem o distúrbio, porém é possível ter uma vida muito bem aproveitada se tiver um diagnóstico cedo.

Para isso, participará do simpósio como palestrante internacional, Rafael Silva Pereira que é doutor em Ciências da Educação e Especialista em Dislexia e Dificuldades de Aprendizagem. Ele vai tratar do tema “Neuroaprendizagem: avaliação e intervenção multidisciplinar na dislexia, discalculia e desortografia”.

O Fisioterapeuta Dr. Francisco Miguel Pinto, especialista em Motricidade Humana, Posturologia e ginástica médica, também é um dos palestrantes confirmados ao lado de Cleide Fernandes Teixeira que é Fonoaudióloga e doutora em Saúde Coletiva, além da Fonoaudióloga Maria Inês Abranches de Oliveira Santos – especialista em Psicologia Escolar e Aprendizagem, bem como Simone Travassos, Oftalmopediatra, que atua no Hospital de Olhos de Pernambuco e na Fundação Altino Ventura.

O Simpósio Internacional sobre Dislexia busca interagir com profissionais e estudantes do setor pedagógico e da saúde, reforçando conhecimentos, compartilhando experiências e troca de informações com especialistas renomados.

As inscrições poderão ser realizadas pelo site https://www.sympla.com.br/simposio-internacional-de-dislexia__102842

Sobre o CEAM PE

Para superar as dificuldades que crianças e adolescentes passam durante o processo de ensino-aprendizagem escolar, surgiu desde 2014 em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, o Centro Especializado em Apoio Multidisciplinar (CEAM), que é composto por competentes profissionais sob as mãos de Psicólogos, Psicopedagogos, Neuropsicólogos, Fonoaudiólogos, Oftalmologistas e Nutricionistas, os quais têm o seu trabalho exclusivamente voltado para este público. Com a exitosa experiência em trabalhar com uma equipe multidisciplinar, o CEAM abriu outra unidade no Grande Recife, precisamente no Shopping Rio Mar, focando em oferecer a terapia de grupo como elemento inovador na superação destas dificuldades, inclusive na dislexia (dificuldade para decodificar as letras do alfabeto e tudo o que é relacionado à leitura) e aos portadores de autismo.
Saiba mais AQUI



SERVIÇO

Simpósio Internacional sobre Dislexia
Data: 02 e 03 de fevereiro de 2017
Local: Centro de Convenções de Pernambuco, Olinda
Contato: (81) 3526-4904







terça-feira, 22 de novembro de 2016

A falência do Pacto pela Vida


Por Armando Monteiro Neto*

Em 2015, a cada duas horas um pernambucano foi assassinado: foram quase 3.900 mortes violentas no ano, o que representou um crescimento de 12% em relação ao ano anterior. Aumentaram também, de forma significativa, os assaltos a ônibus, roubos de carro e explosões de caixas eletrônicos. E este ano a escalada de violência continua.

Se é verdade que a segurança pública é um problema em todo o país, também é fato há diferenças importantes entre regiões e mesmo entre Estados. No Nordeste, por exemplo, Alagoas reduziu em 21% a taxa de homicídios, e o Ceará registrou queda de 9% - ao contrário do que aconteceu em Pernambuco.

O que acontece em nosso Estado? Por que o Pacto pela Vida, que foi referência nacional ao reduzir o número de assassinatos em 30% entre 2007 e 2013, agora sofre tal retrocesso?

Na raiz dos problemas de hoje estão ausência de gestão e de comprometimento do governo estadual com as metas do programa e com o acompanhamento dos indicadores de criminalidade. Faltou investimento em áreas essenciais de tecnologia, inteligência e infraestrutura. Não foi institucionalizado um fórum de segurança pública, com participação das organizações da sociedade civil para acompanhar e monitorar o programa.

Este diagnóstico não é meu, é do idealizador do Pacto Pela Vida, o sociólogo José Luiz Ratton, que foi incisivo em sua entrevista recente neste mesmo JC: para ele, o programa morreu.

Em gestões passadas, o governador participava diretamente das reuniões e impunha um sentido de urgência. Hoje, existe afastamento proposital do tema, talvez pelos índices desastrosos e pela sensação de insegurança que inquieta o povo pernambucano. Enquanto isso, o Pacto pela Vida sobrevive apenas na propaganda do governo.

O Brasil precisa de uma política nacional de segurança pública, em que possamos valorizar a cooperação federativa no combate à criminalidade, melhorar e ampliar o nosso sistema penitenciário e proteger nossas fronteiras do tráfico de drogas e armas.

Mas Pernambuco não pode assistir passivamente ao aumento da criminalidade. Nossa população reclama por medidas urgentes, que coloquem um freio à escalada de violência e tragam paz e segurança para as ruas e os lares das nossas cidades.

*Armando Monteiro Neto é senador pelo PTB e ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior





Com informações da assessoria.























domingo, 20 de novembro de 2016

“Há um quadro de descontrole na segurança em Pernambuco”, diz Armando


O senador Armando Monteiro (PTB) cobrou, nesta quinta-feira (17), ações do Governo do Estado no que se refere a medidas de controle e combate à violência em Pernambuco. O petebista avaliou que o crescimento no número de assaltos e explosões de caixas eletrônicos, aliado ao aumento dos assassinatos, revela um quadro de descontrole e desatenção da administração na segurança pública. “O governo não está tendo capacidade de gestão, de monitoramento e de acompanhamento. Não se sente a liderança do governo. O governo tem que ir para a linha de frente e motivar o sistema de segurança”, disse à Rádio Paudalho.

Para Armando, o Estado precisa investir em inteligência e prevenção policial para reverter os índices negativos, mas o que se verifica é um quadro de abandono nessa área. “As delegacias estão fechadas, as policiais desmotivadas. No interior, há explosões de caixas eletrônicos, aumento de assaltos e furtos. É um quadro de absoluto descontrole, e nós temos que cobrar do governo uma mudança de atitude e mobilizar a sociedade para reagir a essa situação”, completou o petebista.

Citando recente entrevista do idealizador do Pacto pela Vida (PPV), o sociólogo José Luiz Ratton, que, na opinião dele, o programa de segurança pública “morreu”, Armando Monteiro afirmou que o Governo do Estado não teve pulso para garantir avanços e melhorias ao PPV. Ao ressaltar que o Brasil vive uma crise econômica e que afeta todos os entes federativos, o senador destacou que Estados do Nordeste como Alagoas e Ceará conseguiram reduzir índices de criminalidade em meio a um cenário de retração econômica. E Pernambuco não reagiu ao aumento da violência.

“Está provado que o Governo do Estado não teve pulso, liderança e capacidade de gestão e coordenação para segurar o Pacto. Os ganhos construídos até 2013 estão sendo anulados ano a ano. E o que se verifica é que Pernambuco está acuado. O Estado virou um território livre no interior. Quadrilhas estão explodindo caixas eletrônicos e desafiando com ousadia o aparato de segurança pública e realizando ações espetaculares, assustando a população”, concluiu.
Descrição: https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif







Com informações da assessoria.























Ads Inside Post