segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Zona da Mata Sul pode sofrer com novas enchentes


O inverno na Zona da Mata do Estado, que ocorre geralmente de maio a agosto, deve produzir transtornos semelhantes aos registrados há seis anos. Em 2010, a violência das águas destruiu residências, deixando centenas de desabrigados.
O terror vivenciado na época embasa as previsões de especialistas que apontam uma alteração no comportamento da Corrente Marítima Fria de Benguela. Atualmente, a corrente, de águas frias, está “anomalamente” quente, ou seja, as temperaturas estão mais altas que o normal. Caso o quadro permaneça o mesmo até meados de abril, quando a Zona da Mata se prepara para receber o inverno, a previsão é de chuvas rigorosas. A explicação é clara: quanto mais quente a corrente chegar, maior será a evaporação das águas do oceano, logo, mais formação de nuvens e, consequentemente, mais chuvas.








Saiba mais aqui.

























Ads Inside Post