quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Frente de Luta denuncia mais uma irregularidade no Sistema de Transporte Metropolitano

NOTA PÚBLICA

A Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco vem através desta nota externar para toda sociedade pernambucana e para a imprensa a constatação de que os aumentos de passagens sucessivos, no âmbito do Conselho Superior de Transporte Metropolitano, não tem tido como contrapartida o cumprimento das obrigações por parte das empresas de ônibus. Após vários pedidos de informação ao Consórcio Grande Recife, por meio da Auditoria Cidadão do Transporte Público de Pernambuco (iniciativa da sociedade civil organizada para desvendar a caixa-preta do transporte no Recife), ficou constatado que uma das contrapartidas para o aumento no valor das tarifas de ônibus, no início de 2015, seria a renovação de 400 (quatrocentos) ônibus por parte das empresas de ônibus.


No entanto, apenas 264 (duzentos e sessenta e quatro) ônibus foram renovados no ano de 2015. Isto demonstra o que temos denunciado ao longo dos anos: o Consórcio Grande Recife e as empresas de ônibus não tem cumprido as obrigações e contrapartidas que servem com justificativa legal para o reajuste das tarifas. Essa é uma das provas iniciais colhidas com o trabalho da Auditoria Cidadã, que certamente ensejará representações ao Ministério Público de Pernambuco, à Assembleia Legislativa de Pernambuco e ao Tribunal de Contas de Pernambuco, tendo em vista o não adimplemento por parte dos operadores do Sistema dos seus deveres. Assim sendo, o o valor da tarifa cobrado atualmente se encontra superfaturado, devendo pois, ser revisto imediatamente.

Por fim, infelizmente, e como vem sendo a marca da atual gestão, o governo do Estado de Pernambuco não emitiu qualquer posicionamento diante da flagrante irregularidade. Virão mais pedidos de informação com o intuito de dar transparência e controle social ao Sistema de Transporte Metropolitano do Grande Recife.

Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco.
Recife, 17 de fevereiro de 2016






Com informações da assessoria.




























Ads Inside Post