sexta-feira, 18 de março de 2016

Cadoca deixa o PCdoB, mas ainda não definiu novo partido


Na manhã desta quinta-feira (17), o deputado federal Carlos Eduardo Cadoca protocolou seu pedido de desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), junto ao diretório do partido e à Justiça Eleitoral em Pernambuco.

A medida já havia sido comunicada ao partido, através da presidenta nacional do PCdoB, e junto à bancada federal. O deputado fez parte da bancada comunista durante dois anos. De acordo com o líder do PCdoB na Câmara dos Deputados, deputado Daniel Almeida, a saída de Cadoca foi construída com muito diálogo e aconteceu de forma muito tranquila e respeitosa.

Para a deputada Luciana Santos, presidenta do PCdoB e conterrânea do parlamentar, a saída é um movimento natural da política e da democracia. “Cadoca deu sua contribuição à bancada do PCdoB, sempre teve espírito partidário e procurou agir de modo a agregar com a nossa política”. 

Ao se despedir do PCdoB, Cadoca — que ainda não se decidiu por um novo partido — agradeceu a forma cordial e amiga como foi tratado durante o período de mais de dois anos em que permaneceu no PCdoB e elogiou a maneira como transcorreu, desde novembro do ano passado, o processo do seu desligamento da agremiação, marcado em todos os momentos pela transparência, pelo bom diálogo e pelo respeito.

O deputado destacou que sua saída do PCdoB se ampara na leitura de novas circunstâncias políticas, diferentes das que o conduziram ao partido em 2013.



Ana Cristina Santos





Com informações da assessoria.




























Ads Inside Post