quinta-feira, 31 de março de 2016

Série de seminários vai debater os novos caminhos da comunicação


Na próxima segunda-feira (4), será realizada a primeira atividade do Projeto Conexões, um seminário direcionado para profissionais do campo de comunicação em geral, com foco especial para os que estejam há mais de 10 anos atuando no mercado. Os cinco encontros, gratuitos, serão realizados em todas as segundas-feiras do mês de abril, além da primeira segunda-feira de maio, sempre às 19h. O Projeto Conexões é uma parceria entre o Porto Digital, a UFPE, o Sindicato de Jornalistas de Pernambuco e a empresa de comunicação Munganga. Os encontros acontecem na Jump Brasil, na Rua Capitão Lima, 420, Santo Amaro.

O projeto foi organizado pelas professoras Sheila Borges e Ana Beatriz Nunes, do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste, com caráter de extensão acadêmica. Ele foi idealizado em uma parceria com o Porto Digital e o Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco. Em uma primeira etapa, serão realizadas palestras como parte de um seminário. Em uma segunda etapa, no segundo semestre deste ano, serão oferecidos minicursos com temas escolhidos pelos participantes do seminário.

Para Sheila Borges, o profissional de comunicação precisa estar sempre atualizado. “O curso de Comunicação Social de Caruaru está sintonizado com essa nova configuração ao oferecer uma formação ampla com ênfases em áreas fundamentais, como as mídias sociais e a produção cultural. Esse ciclo de atualização do Projeto Conexões oferece informações que sinalizam que hoje o profissional precisa empreender. Transformar ideias em produtos e serviços. Até porque os postos de trabalho nas empresas privadas e públicas estão sendo reduzidos. O profissional precisa ser a própria mídia, empreender por meio de projetos que contemplem uma comunicação mais ampla”, comenta.

“Nosso objetivo é trazer para o debate conceitos e informações relevantes para o campo da comunicação, que vem passando por mudanças bruscas nos últimos anos devido à ascensão das redes sociais e de outras ferramentas de base tecnológica”, explica Rossini Barreira, coordenador de comunicação do Porto Digital e um dos organizadores do Conexões. “Cabe aos jornalistas mais experientes compreender as possibilidades desses novos modelos de trabalho, que podem inclusive se converter em oportunidades para empreender”, explica Barreira.

A necessidade de expandir os horizontes de atuação também é reforçada pela presidente do Sindicato dos Jornalistas. “A iniciativa vem num momento muito oportuno. Os jornalistas terão a possibilidade de se atualizar e encontrar outros caminhos para trabalhar. Os que desejam ingressar na área acadêmica ou aprender a fazer a captação de recursos públicos e privados também devem participar’, comenta Cláudia Eloi.

O debate inaugural tem como tema "A tradição e a inovação na comunicação". Além de Rossini e Sheila, participa da primeira atividade do Projeto Conexões o consultor de tendências do Porto Digital e ex-repórter de tecnologia Jacques Barcia. Cláudia Eloi fará a mediação do debate.Os encontros são gratuitos, mas é preciso fazer uma inscrição prévia on-line.

PROGRAMAÇÃO – No dia 11 de abril, o tema em debate será “As indústrias criativas na comunicação: mais do que uma ideia”, com a participação da designer Andreá Aguiar, do diretor de criação da agência Munganga, Marco Bahe, e do presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, com mediação da professora e designer Nara Castro, coordenadora do curso de Design da Aeso.

Uma semana depois, no dia 18, é a vez de focar nas modelagens de negócios na área de comunicação no debate “Empreendedorismo: o mundo além da grande mídia”, com a participação de Ana Beatriz Nunes, professora do curso de Comunicação Social de Caruaru da UFPE; Pedro Souza, gerente da aceleradora Jump Brasil; e Lula Pinto, da Marco Zero Conteúdo, com mediação de Geraldo Bringel, diretor do Sindicato dos Jornalistas.

Depois de debater inovação, criatividade e empreendedorismo, o Projeto Conexões se volta, no dia 25, para o mundo acadêmico, com o tema “Do mercado para a academia: qual a pergunta?”, com participação das professoras da UFPE Ana Beatriz Nunes, Sheila Borges e Ana Veloso e mediação de Andréa Trigueiro, diretora do Sindicato dos Jornalistas e professora do curso de Jornalismo da Unicap.

Já na primeira segunda de maio, dia 2, fechando o seminário, será realizado o debate “A captação de recursos para projetos culturais: o público e o privado”, com a produtora cultural Carla Denise, Carol Vergolino, da Rec Produções, e Jair Pereira, da 2JP produção cultural. Eduardo César Maia, professor da UFPE de Caruaru e editor do Café Colombo, fará a mediação







Com informações da assessoria.

























Ads Inside Post