sexta-feira, 8 de abril de 2016

Concurso para professor da UFPE poderá ter provas em idiomas estrangeiros

Os concursos públicos para a carreira de magistério superior na UFPE poderão ser realizados em idiomas estrangeiros. A resolução 03/2016, que altera as resoluções 22/2013 e 29/2013, foi aprovada na segunda-feira (4) pelo Conselho Coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão (CCEPE), em reunião realizada no Auditório Reitor João Alfredo, no 1º andar da Reitoria, Campus Recife.

Segundo o novo documento, será adotada preferencialmente a língua portuguesa na realização das provas escrita, didática e/ou didático-prática e/ou defesa de memorial, podendo essas provas serem realizadas também em idiomas estrangeiros. Isso deverá ser especificado nos termos do edital e/ou de suas informações complementares, de acordo com a deliberação do departamento ou núcleo.

“Seguindo a ideia da globalização, a mudança nas regras amplia as possibilidades de atração de professores e pesquisadores de outros países”, avaliou a coordenadora de Concursos Docentes da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe), professora Ana Cristina Baptistella.

Ainda de acordo com a resolução 03/2016, os membros titulares e suplentes da banca examinadora do concurso deverão obrigatoriamente ter proficiência nos idiomas estrangeiros previstos no edital e/ou nas informações complementares. As provas escrita, didática e/ou didático-prática e/ou defesa de memorial para preenchimento de vagas na área de línguas estrangeiras poderão ser realizadas, total ou parcialmente, na respectiva língua.

No caso de haver provas didática e/ou didático-prática e/ou defesa de memorial, o peso indicado nas resoluções 22/2013 e 29/2013 incidirá sobre a média aritmética dessas provas. A prova didática ou didático-prática constará obrigatoriamente do certame, e caberá ao Conselho Departamental a decisão quanto à inserção da defesa de memorial no centro acadêmico. A resolução 03/2016 entre em vigor na data da publicação no Boletim Oficial da UFPE.







Com informações da assessoria.





























Ads Inside Post