quinta-feira, 14 de abril de 2016

ONU faz apelo para que democracia seja respeitada no Brasil


Ravina Shamdasani, porta-voz do Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, se manifestou nesta terça-feira (12) sobre a instabilidade política no Brasil, gerada com a tentativa de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Ela fez um apelo para que a crise não se transforme em confronto social e coloque em risco os princípios democráticos do país.
A porta-voz pediu ainda para que ‘todos os lados’ respeitem o Judiciário. “Estamos acompanhando de perto a situação e já fizemos alguns alertas em algumas ocasiões. A tensão, porém, não parece perder força e continuamos preocupados”, disse em uma conferência de imprensa em Genebra, na Suíça.
O secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, já havia sinalizado preocupação com um possível impacto internacional. “Por enquanto, esse é um problema político doméstico. Mas o Brasil é um país muito importante e qualquer instabilidade política no Brasil é uma preocupação social para nós”, afirmou.
A entidade lembrou que o Judiciário deve atuar com “escrúpulos, dentro das regras do direito doméstico e internacional, evitando adotar posições político-partidárias”. Além disso, alertou para a necessidade de não se colocar em risco as conquistas feitas nos últimos 20 anos sob uma Constituição que “dá fortes garantias de direitos humanos”.




Do portal do Sindsep.






















Ads Inside Post