quinta-feira, 14 de abril de 2016

Pernambucanos contra o golpe realizam uma série de atividades até domingo


A Frente Brasil Popular em Pernambuco preparou uma agenda de mobilização contra o golpe. São atividades que visam protestar e também conscientizar a população de que um impeachment sem crime não é legítimo. Só nesta quarta-feira, dia 13, estão programadas três atividades. Às 18, na praçinha do Diario, o movimento de mulheres fará um ato cultural com poesia, música e roda de diálogo. Às 19h, simultaneamente, tem debate sobre Crise política, mídia e democracia, no auditório G1 da Unicap e criação de um comitê da frente na Zona Oeste do Recife, na sede da ONG Casa da Vó Bibia, no Cordeiro.
Nesta quinta durante todo o dia o movimento estudantil universitário fará panfletagem contra o golpe nas proximidades da Unicap e da Faculdade Esuda. No dia seguinte fará também um Festival Cultural no Laguinho, na UFPE. Ainda na sexta, 15, em várias partes da cidade terá panfletagem da edição local do jornal Brasil de Fato. E no final do dia, por volta das 16h, tem ato político cultural, na praça do Derby, com lançamento da vigília permanente pela democracia e contra o golpe. No local será montado um acampamento permanente.
No final de semana as atividades continuam. No acampamento permanente, na praça do Derby, serão realizadas atividades  político-culturais durante todo o dia. Já no domingo, 17, quando está prevista a votação do impeachment, no plenário da Câmara, o acampamento do Derby seguirá para o Marco Zero, a partir das 9h. No local deve ser montado um telão para acompanhar a movimentação do Congresso.
A Frente Brasil Popular é formada por intelectuais progressistas que acreditam que não existe crime para o impeachment. Eles organizam atividades em todo o Brasil para trazer a militância às ruas e barrar as forças conservadoras que querem a todo o custo tirar do governo uma presidenta eleita de forma legítima.





Do portal do Sindsep.























Ads Inside Post