segunda-feira, 9 de maio de 2016

Facebook é processado por guardar dados biométricos do rosto dos usuários

Facebook acaba de perder a primeira rodada de um processo ajuizado por um grupo de usuários norte-americanos. A peleja se deu porque a rede social coleta, armazena e processa dados biométricos das pessoas sem pedir autorização para tal em suas políticas de privacidade. Esses dados são basicamente os necessários para reconhecer os rostos dos usuários em fotos.
Esse primeiro revés foi referente a uma decisão de um juiz do estado americano da Califórnia, que resolveu levar adiante a acusação, mesmo o Facebook tendo pedido o arquivamento, afirmando que a empresa se reserva ao direito de responder apenas a processos baseados nas leis da Califórnia. Os usuários que iniciaram o processo são de outro estado, o qual tem leis específicas proibindo o uso de dados biométricos sem autorização expressa.

Processos como esse já obrigaram o Facebook a tornar suas políticas de privacidade mais claras ao longo dos anos, mas é curioso o fato de a empresa precisar ser levada ao tribunal para se tornar mais transparente.
Os detalhes do processo não foram divulgados, mas, aparentemente, isso poderia ser resolvido apenas com uma rápida atualização no texto das políticas de privacidade, o que é muito mais simples e barato de ser feito do que lutar com um processo na justiça.






Do portal do TecMundo.































Ads Inside Post