quinta-feira, 30 de junho de 2016

Depois do feijão, outros produtos alimentícios podem influenciar na inflação, dizem economistas


O feijão tomou o lugar do tomate como alimento que anda pesando no bolso dos brasileiros. O preço do carioca, variedade popular no Sudeste, subiu 54,09% até junho, segundo o IPCA-15, índice do IBGE considerado como a prévia da inflação.









Saiba mais aqui.

























Ads Inside Post