quinta-feira, 2 de junho de 2016

Monja budista Karma Lekshe apresenta uma série de palestras no Recife

Temas como feminismo, morte e crises serão tratados em diversos encontros pela capital pernambucana

Amanhã (2) e na próxima sexta-feira (3), a monja budista Karma Lekshe, que vem ao Recife pela primeira vez, apresenta uma série de palestras sobre temas como morte, feminismo e crises, a partir da perspectiva budista. Ordenada em 1977, Karma Lekshe realiza um trabalho pioneiro sobre o direito das mulheres no budismo, coordenando uma série de projetos de educação e formação de monjas no Himalaia. Ela ensina filosofia budista na Universidade de San Diego, na Califórnia e vem a Recife a convite do Centro de Estudos Budistas Bodisatva.

No Espaço Pura Luz Yoga, a monja apresentará amanhã a palestraFazendo amizade com a morte, a partir das 19h30, e abordará a experiência da morte do outro como uma oportunidade de enfrentar os próprios medos e de se tornar um cuidador compassivo para os outros no final da vida. A monja parte dos conselhos do Buda sobre a morte e o morrer, que aponta a possibilidade que os seres humanos possuem de se prepararem para uma morte pacífica e de viverem uma vida mais significativa.

Na palestra Mulheres, Compaixão e Justiça Social, que será ministrada no Coque na sexta (3) às 10h, a monja se voltará para o projeto pioneiro que realiza com as mulheres monjas no Himalaia. À tarde, na Centro de Educação da UFPE, Karma Lekshe explora a experiência mística a partir da perspectiva filosófica budista, e pela noite, no CEBB Encruzilhada, tratará de crises como oportunidades de atravessar obstáculos internos.

Sobre Ven. Karma Lekshe Tsomo


Karma Lekshe Tsomo, especialista em estudos budistas, leciona na Universidade de San Diego (USD) desde 2000. Ela ministra aulas de pensamento e cultura budista, religiões do mundo, ética religiosa comparada, as identidades religiosas e políticas na comunidade global e negociação da diversidade religiosa na Índia. Seus interesses de pesquisa incluem mulheres no budismo, a morte e o morrer, ética feminista. Ela integra bolsas de estudo e ativismo social por meio da Associação Internacional Sakyadhita de Mulheres Budistas e Fundação Jamyang, um projeto de educação inovador para as mulheres nos países em desenvolvimento, com 15 escolas no Himalaia indiano, Bangladesh e Laos.

Confira a programação completa:

Quinta-feira (02.06)

19h30 - Palestra Fazendo amizade com a morte -- Espaço Pura Luz Yoga, Rua Hermogenes de Morais, 149 - Madalena. Contribuição sugerida: R$ 40,00 

Sexta-feira (03.06)

10h - Palestra Mulheres, Compaixão e Justiça Social - NEIMFA - Núcleo Educacional Irmãos Menores de Francisco de Assis, no Coque. Contribuição livre.

15h - Palestra Conhecendo o Incognoscível - misticismo na perspectiva budista - no auditório do Centro de Educação da UFPE. Contribuição livre.

19h - Palestra Crise como oportunidade no CEBB Encruzilhada, Rua Marechal Deodoro, 283. Contribuição sugerida: R$ 20,00

Mais informações: 81 - 99737-1415 ou recife@cebb.org.br






Com informações da assessoria.























Ads Inside Post