segunda-feira, 20 de junho de 2016

O Facebook vai começar a monitorar quais lojas você visita



O Facebook quer mostrar aos anunciantes que suas propagandas fazem os usuários visitarem suas lojas e comprarem seus produtos. Para fazer isso, eles usarão a localização de nossos smartphonespara saber se as pessoas estão, de fato, indo a determinado estabelecimento após ver aquele anúncio.

O novo recurso de propaganda, chamado Local Awareness, vai ser sensacional para as companhias e, de alguma forma, depressivo para gente. As empresas agora poderão incluir um mapa com uma propaganda com o endereço da loja mais próxima, no caso de o usuário querer comprar uma peça de US$ 12, por exemplo. Então, a API Offline Conversions, do Facebook, vai bater os dados de visitas às lojas (monitorados usando os serviços de localização do smartphone) com dados de propaganda do Facebook. Isso quer dizer que uma varejista não conseguirá ver se vocês individualmente visitaram uma de suas lojas influenciado pelo recurso de localização, mas saberão se os dados de visitas batem com o número de pessoas que viram a propaganda em seus feeds e sentiram que deveriam ir até o local.

Segundo o Adweek, resultados primários desses recursos (que devem ser lançados nos próximos meses) são bem bons. A varejista francesa E. Leclerc disse que alcançou 1,5 milhões de pessoas em um raio de 10 quilômetros. Destes, 12% dos cliques dados no anúncio (cerca de 180 mil) levaram a visitas ao local no período de uma semana. Não é um número que deve ser desprezado.

Esta certamente não é a primeira iniciativa do Facebook em possibilitar o oferecimento de ofertas baseadas na localização. No ano passado, a rede social lançou um produto que permitiu que empresas vissem anonimamente quantos usuários do Facebook estavam em um raio que variasse de 45,7 metros a 457 metros de distância do estabelecimento. Assim, eles conseguiriam moldar melhor propagandas. De alguma forma, o Facebook está tentando alcançar o Google, que já oferece métricas de localização há alguns anos. Não vai demorar muito para que cheguemos ao estado previsto pelo filme Minority Reporter, em que toda a superfície do mundo real vai projetar o que o Facebook acha o que você quer comprar.



Do portal Gizmodo Brasil.

















Ads Inside Post