quinta-feira, 18 de agosto de 2016

A paisagem de Facchinetti no Instituto Ricardo Brennand

Mostra inédita no Norte Nordeste reúne 49 telas do mestre italiano

Sucesso de público e controverso na crítica das artes plásticas brasileiras no Século XIX, o artista Nicolau Facchinetti será a estrela da exposição ‘Fiel ao Natural: A paisagem de Facchinetti’, que acontecerá nas dependências do Instituto Ricardo Brennand entre os dias 17 de agosto e 16 de outubro. Composta de 49 telas, a mostra é inédita no Norte e Nordeste. A produção da expo é da Hólus Consultores Associados e a abertura acontece no dia 16 (terça), às 19h30, para convidados.

A escolha das obras ficou a cargo de Valéria Piccoli, curadora chefe da Pinacoteca de São Paulo e de Carlos Martins, artista plástico, museólogo e curador independente. Os dois – que assinam pela primeira vez curadoria no IRB – também foram curadores da histórica exposição de Facchinetti que aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de janeiro, em 2004. Em terras pernambucanas, as telas da exposição versam sobre paisagens imortalizadas em terras cariocas e mineiras.

Poeta visual entre dois mundos (Itália e Brasil), Facchinetti teve sua obra marcada pelo vedutismo (gênero pictórico surgido no século XVII cujos principais assuntos são cidades e paisagens pintadas do natural, de maneira quase científica). Em suas paisagens, entretanto, a orbe era posta de lado e a natureza sempre assumiu papel principal no quadro, com impressionantes realismo e beleza.

Com suas qualidades de artesão virtuoso, conseguia obter efeitos surpreendentes de semelhança com a paisagem real. Rejeitado pelo academicismo da época – em que ainda predomina o romântico com reminiscências do neoclassicismo – transitava muito bem entre a classe burguesa e veio a se tornar um dos pintores preferidos da aristocracia e da alta burguesia fluminense, tendo inclusive pintado a serviço da Imperatriz Thereza Cristina em mais de uma ocasião.

Facchinetti na coleção Ricardo Brennand – A mostra Facchinetti irá contar com Instituto Ricardo Brennand 10 telas próprias do autor italiano que são do acervo permanente do museu da Várzea (no total, o IRB conta com 11 telas de Faccchinetti). Produzidas entre os anos de 1871 até a década de 1890, as telas escolhidas para a mostra trazem paisagens de São Tomé das Letras, Serra da Mantiqueira e em terras cariocas como Teresópolis, Paquetá e Rio de Janeiro.
Oito das 11 telas do acervo chegaram ao Instituto Ricardo Brennand em 2000, quando o museu – em busca de reunir obras do pintor holandês Frans Post –adquiriu o acervo da Sociedade de Cultura Inglesa do Rio de Janeiro, que continha dois quadros do mestre holandês. Nas negociações para aquisição dos Frans Post, foram adquiridos 95 quadros da Sociedade produzidos nos Séculos XIX e XX por 33 artistas brasileiros e estrangeiros. Do total de 11 telas de Facchinetti pertencentes ao Instituto, sete foram emprestadas para a exposição sobre o italiano no CCBB em 2004.

Serviço: Fiel Ao Natural, a Paisagem de Facchinetti

Onde: Instituto Ricardo Brennand

Endereço – Rua Mário Campelo, 700 – Alamenda Antônio Brennand – Várzea

Abertura da exposição (para convidados) – 16 de agosto, 19h30

Período de exposição – 17 de agosto a 17 de outubro
Horário – Terça a domingo, de 13h às 17
Ingresso do Museu: R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia- Pessoas com deficiência, estudantes, professores e idosos acima de 60 anos mediante documentação comprobatória).





Com informações da assessoria.


























Ads Inside Post