domingo, 20 de novembro de 2016

Ministério Público pede cassação do Prefeito de Orobó


Ministério Público Eleitoral pede cassação do Prefeito de Orobó, Cleber José de Aguiar, em Ação de Investigação Judicial Eleitoral movida contra o Prefeito por abuso de poder político e econômico, condutas vedadas, promoção pessoal e desrespeito aos princípios constitucionais.

No parecer do Ministério Público o Promotor Dr. Felipe Akel pediu a cassação do registro ou diploma do candidato a prefeito reeleito além da aplicação de multa no valor de R$ 5.000,00 a R$ 100.000,00 e inlegibilidade por 8 anos.


A ação que tem o número do processo Nº 0000099-34.2016.6.17.0096 está tramitando na 96º Zona Eleitoral da Comarca de Orobó e será julgada até no máximo dia 18 de Novembro onde a juíza eleitoral decidirá o futuro de Orobó e de Cleber José de Aguiar da Silva, em Ação de Investigação Judicial.


Segundo informações, a Ação está embasada na prática de condutas vedadas, abuso de poder político e abuso de poder econômico, o prefeito teria usado a máquina administrativa para promover seu nome o que motivou a justiça a aceitar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra ele.

Caso a juíza aceite o parecer do Ministério Público e casse o prefeito reeleito Cleber José de Aguiar da Silva, a população de Orobó terá que voltar as urnas para eleger o próximo prefeito da cidade.

Orobó fica a pouco mais de 100km de distância da capital Pernambucana e conta com pouco mais de 21 mil eleitores.






Com informações da assessoria.


























Ads Inside Post