Manchetes

Brasil

Curiosidades

Mundo


Como acontece frequentemente, o Facebook recentemente modificou a forma como as configurações de publicidade (e privacidade) funcionam, o que significa que você tem novas opções para fazer com que suas atividades na mídia social parem de te perseguir pela web. Eis as novas e velhas configurações que você precisa conhecer.

Em primeiro lugar, o Facebook cria uma imagem de tudo o que acha que você gosta e não gosta, com base nas suas várias atividades dentro da plataforma. A ideia é oferecer anúncios que talvez sejam mais relevantes para você. Você pode conferir suas preferências de anúncios aqui: clique no x em qualquer item para removê-lo, ou use a caixa no topo da página para adicionar qualquer coisa.


Ao esticar seus tentáculos digitais ao redor da web (lembre-se e todos aqueles botões de Curtir e sites que usam o Facebook para login), o Facebook também consegue monitorar seus hábitos de navegação quando você está fora da rede social, o que ajuda a alimentar o perfil que ele cria de você. Para impedir que isso aconteça, entre aqui e mude a opção do topo para Não.

Por fim – e essa é a opção recém-adicionada – o Facebook pode usar o que sabe sobre você para influenciar anúncios que você vê quando não está no Facebook. Isso não influencia a coleta de dados, só quando e como os dados podem ser usados. Para impedir isso, mude a segunda opção desta página para Não.

Não deixe o Facebook te rastrear

Para ainda mais controle sobre como suas atividades de navegação são registradas e usadas, vá até o site Digital Advertising Alliance (DAA) e desmarque os programas de rastreamento usados por alguns dos maiores nomes da web (incluindo o Facebook). Você pode selecionar todas as empresas ou o Facebook especificamente – o que é particularmente importante para quem não tem uma conta no Facebook, já que você não terá as opções listadas acima disponíveis.

E em relação ao Não rastreie? Dá para ativar essa opção praticamente em todos os navegadores modernos, mas esse não é um protocolo reconhecido pelo Facebook, então não fará efeito nenhum para impedir que a rede social monitore o que você faz fora dela. As configurações dentro do Facebook e do site do DAA, no entanto, mantém a sua privacidade segura.


O mesmo vale para navegadores móveis e para o app do Facebook para smartphones: a coleta de dados da rede social é definida pelas opções que já mencionamos, ainda que seu smartphone possa ter configurações separadas de privacidade e de segurança que você pode usar.
Não dá para usar o Facebook sem que a rede social construa um perfil de anúncios para você – é isso o que paga as contas de Mark Zuckerberg – mas você pode ao menos ter um pouco de controle sobre esse processo de privacidade.






Do portal Gizmodo Brasil.






















Por Eduarda Nunes


Embora conste na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789 que a sociedade tem o direito de acompanhar a prestação de contas das administrações públicas e que na nossa Constituição Federal esteja previsto o mesmo dispositivo, essa premissa nem sempre é respeitada. Dissertação defendida em fevereiro de 2015, no Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da UFPE, aponta dificuldades para acessar documentos que detalhem os gastos e receitas públicas na grande maioria dos 28 sites dos tribunais de contas do país, ambientes apropriados para abrigar essas informações.

Autora da pesquisa "Transparência do controle externo da gestão municipal brasileira: um análise da aderência à legislação brasileira", Abinair Bernardes da Silva aponta que, apenas nos portais dos tribunais de contas dos Estados do Maranhão, Rio de Janeiro e de Santa Catarina, é possível encontrar as prestações de contas estaduais, dispostas nas seções de “transparência” e “portal da transparência”. Os endereços que apresentam mais obstáculos ao acesso aos dados são o do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás e os Tribunais de Contas dos Estados de Sergipe, Espírito Santo, Minas Gerais e do Maranhão que, este último, embora conste no rol dos que dispõem da seção de "transparência", também dificulta o acesso às informações pleiteadas pela população.

Ainda segundo levantamento da pesquisadora (tabela abaixo), dentre todos os sites analisados, 23 deles (82,1%) disponibilizam para download os documentos de prestação de contas anuais dos municípios, mas o acesso a esses dados se dá através de tortuosos caminhos virtuais. A pesquisa, que buscou analisar a finalidades dos tribunais de contas, o direito de receber informação e o acesso à informação como regras, revelou, ainda, que os sites dos Tribunais de Contas do Estado do Acre e dos Municípios do Pará não possuem ouvidoria nem Serviço de Informação ao Cidadão (SIC).

QUESTIONÁRIOS | Orientado pelo professor Luiz Carlos Miranda, o trabalho buscou contribuir, segundo a pesquisadora, “para que os TCEs e TCMs possam, de alguma maneira, reavaliar a forma como tais informações, tão importantes e de interesse da sociedade, estão sendo divulgadas em seus sítios eletrônicos. Isto é, não é apenas divulgar, mas divulgar de maneira clara e acessível”, segundo sua autora. A pesquisadora Abinair ressalta, também, a importância do controle social. "A divulgação das fiscalizações e auditorias contribuem para o exercício do controle social”, avalia.

A pesquisadora aplicou um questionário a 190 alunos dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, de instituições de ensino superior pública (UFPE) e privadas, e 53,2% dos estudantes não conseguiram ter acesso aos pareceres prévios das prestações. "Significa que essas informações estão mais voltadas ao jurisdicionado, que são aqueles que estão sob a jurisdição do tribunal, prestando contas aos mesmos, mas se mantendo menos acessíveis à comunidade em geral", atesta Abinair.











Com informações da assessoria.




























A participação dos alunos dos Centros de Atendimento Socioeducativo (Case), da Funase, na Olimpíada Criança Cidadã 2016, foi um sucesso. 

Os jovens obtiveram os seguintes resultados:

Futsal: Medalha de Prata
Xadrez Masculino: Medalha de ouro
Dama Masculino: Medalha de Bronze
Corrida 800m Masculino: Medalha de Bronze.

A Olimpíada é uma ação promovida por secretarias estaduais, dentre as quais está a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), comandada pelo secretário Isaltino Nascimento.

O objetivo da Olimpíada é contribuir para a formulação, implementação e avaliação de políticas públicas de prevenção e de enfrentamento da violência no ambiente escolar através do esporte. Entre os alunos participantes estão os adolescentes que cumprem uma das três medidas socioeducativas: Liberdade Assistida, Semi-Liberdade e Medida de Internação.

A atividade esportiva aconteceu entre os dias 6 e 17 de junho, nas quadras da Universo, do Quartel do Derby e do Colégio da Polícia Militar. 
Foram onze modalidades de jogos: futsal, handebol, voleibol, basquete, futebol, queimado, xadrez, dama, dominó, judô e atletismo.
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif







Com informações da assessoria.























por EZANDRA RIBEIRO
 
No último fim de semana atletas de Garanhuns participaram do Campeonato Pernambucano de Natação Máster de Piscina Curta realizado no CPOR em Casa Forte em Recife (PE). O nadador Alison Brasil recebeu o troféu de 5° no ranking Brasileiro Master de Natação, troféu índice Técnico e ouro nas modalidades 100 m Medley, 100 m peito e 50 m peito, além de tricampeão Pernambucano.

“O apoio da Prefeitura de Garanhuns é muito importante na minha trajetória como atleta, além de ser um grande incentivado do esporte na nossa cidade.  Sem esse apoio não teria como participar das competições”, comentou
​o nadador​
.

Alison irá participar, em Fortaleza, nos dias 1 e 2 de julho de uma das maiores competições do País, o Inter federativo com a seleção pernambucana.

O atleta garanhuense Fernando Sckaff, de 6
​1​
 anos, participou da competição, junto com a equipe do Serviço Social do Comércio (SESC), no CPOR - Recife, em piscina curta e conquistaram o vice campeonato.

A equipe foi formada por 17 atletas no qual disputaram 51 provas e obtiveram 36 medalhas sendo; 16 ouro, 15 prata e 5 bronze, conquistando o Tricampeonato na Categoria Pré-Master e o Vice-Campeonato na Categoria Máster.

“Nossa equipe elevou mais uma vez o nome da cidade de Garanhuns nessa modalidade de esportes náuticos”, comentou Sckaff.







Com informações da assessoria.





























A Coordenadoria de Ensino de Ciências do Nordeste (Cecine) da UFPE realiza um curso de introdução à Astronomia, com apoio da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas on-line, até o dia 5 de julho, e pessoalmente, no dia 6 de julho (data de início das aulas), na Cecine. Serão emitidos certificados aos participantes.
Ministrado pelo professor Antônio Carlos Miranda, da UFRPE, o curso de férias oferece informações básicas de Astronomia ao público em geral. Serão abordados temas como história da Astronomia dos povos antigos (Mesopotâmia, Grécia), Astronomia no Brasil e em Pernambuco, formação e evolução de estrelas, reconhecimento de constelações, noções de Cosmologia, entre outros assuntos.
As aulas começam no dia 6 de julho, com encontros nas quartas e sextas-feiras, das 10h às 12h, no período de cinco semanas. A carga horária é de 20 horas-aula. As aulas serão expositivas e os alunos utilizarão equipamentos como lunetas e telescópios. O grupo também fará visitas técnicas de campo a pontos da história da Astronomia no Recife Antigo e no Alto da Sé, em Olinda (Grande Recife).
Mais informações
Cecine
(81) 2126.7030







Com informações da assessoria.